Aparelhos de celular na mira da pirataria



  

O mercado de aparelhos celulares no Brasil é um comércio muito lucrativo, pois com quase 170 milhões de aparelhos, segundo o Ibope, temos quase um celular por habitante. Por este motivo, os celulares “são a bola da vez” para a pirataria, segundo Luiz Cládio Garé, assessor jurídico do Grupo de Proteção à marca.





Além de copiarem as características de aparelhos patenteados, os falsificadores estão criando marcas genéricas que se parecem muito com as originais, o que pode confundir e, consequentemente, lesar o consumidor. Certamente, o HiPhone é um dos casos mais famosos, mas modelos da Nokia, Motorola e Samsung também já foram vítimas de falsificações. Por isso, na hora da compra, vale ficar ligado no registro do aparelho na Anatel e prestar atenção se o Nokia que você quer não é um Nqkia ou, na pior das hipóteses, um Noquia.

Por Camila Porto de Camargo



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *