BlackBerry – Indecisões sobre o futuro da empresa



  

O grupo BlackBerry está com uma gama de problemas: primeiro as ações da empresa despencaram e seu faturamento foi bem inferior ao esperado, logo em seguida, a companhia afirmou que iria demitir mais de 40% dos funcionários que trabalham no país-sede, o Canadá, e agora a companhia luta contra a dissolução do grupo.

Após o anúncio de compra pela Fairfax Financial Holdings Ltd, houve um aumento no valor das ações, contudo não se sabe se a Fairfax terá condições de honrar com o valor de compra, pouco mais de US$ 4,7 bilhões. Os sócios e investidores do grupo estão cada vez mais preocupados com uma quebra de acordo, que pode vir a ocorrer.

Outras empresas foram procuradas por consultores do grupo BlackBerry, contudo não se mostraram interessados em comprar a companhias. A SAP AG, a Cisco Systems Inc. e a Samsung Electronics Co., foram procuradas por consultores, mas seu interesse é apenas por partes do grupo, entretanto a dissolução não é interessante para a Fairfax. O principal interesse está nas patentes e na rede empresarial da companhia canadense.





Até o momento a única oferta pública para a BlackBerry é da principal acionista, a Fairfax, que busca investimentos para concretizar a negociação. O presidente na empresa, o canadense Prem Watsa, está confiante, principalmente, com a oferta de US$ 9 por ação para adquirir a companhia.

Por Robson Quirino de Moraes



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *