Lenovo compra a Motorola Mobility



  

Uma novidade tomou conta do mundo da tecnologia. É que a Lenovo, marca que vem crescendo cada vez mais, acabou de comprar, de adquirir a Motorola Mobility, que pertencia ao Google. A Lenovo fez essa aquisaçao para ficar ainda mais forte no mercado.

Na verdade, a empresa chinesa ficará, por conta da Motorola, com 6% do mercado mundial de Smartphones. Esses números, no entanto, são relevantes porque, a partir disso, as vendas da Motorola e da Lenovo ultrapassarão marcas potentes como Huawei e a LG. Seja bem como for, a Lenovo ficará atrás apenas da Samsung e Apple.

Pois bem, outro ponto relavante que podemos focar é, sem dúvida, nas palavras de Yang Yuanqing, chairman e CEO da Lenovo que, em entrevista transcrita na MeioMensagem, afirmou o seguinte: A Lenovo já provou sua capacidade de ser bem sucedida em incorporar e fortalecer grandes marcas, como fizemos com a marca iThink, da IBM.

Outra questão a ser levantada nesse fato, foi a postura da Google. Afinal de contas, a empresa, que havia comprado a Motorola, em 2011, pelo preço de US$ 12,5 bilhões, acabou de vender essa marca por US$ 2,91 bilhões.

A Google, por sua vez, deixou bem claro que fez isso porque está focando cada vez mais em outros sistemas, como o Android, que vem alcançando boas vendas. Por fim, para que o negócio possa ser concretizado, vale dizer que a situação precisa ser aprovada elas agências regulatórias de concorrência nos Estados Unidos e na China. 





Agora é esperar para ver o que essa mudança causará, em termos de impacto para o mercado de smartphones no mundo todo. No Brasil, com efeito, haverá sim algumas mudanças, sobretudo porque as marcas aqui citadas são muito bem requisitadas no mercado nacional de dispositivos móveis, tecnologias e gadgets de uma forma geral. 

A priori, o negócio parece ter sido bom para ambas as partes.

Por Juan Wihelm

Foto: divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *