LG L15G é vendido por R$ 40 nos EUA



  

Smartphone básico é destinado a pessoas que querem acessar redes sociais, Whatsapp e outros aplicativos.

Uma das vantagens do Android é a sua possibilidade de rodar em infinitos aparelhos de diversas configurações. Tanto é que existe até o robozinho portado para os computadores através da versão x86 feita por desenvolvedores. Nos Estados Unidos, por exemplo, a LG está vendendo um smartphone por 40 reais.

O aparelho em si tem um foco bastante específico: pessoas que querem um celular inteligente sem recursos como um processador octacore ou câmeras super potentes, ou seja, um dispositivo bastante interessante para quem nunca possuiu um smartphone ou quem não quer gastar muito dinheiro. A ideia vem de encontro a pessoas que querem interagir com aplicativos como Facebook, Whatsapp e os quase 1 milhão de apps que estão à disposição na Google Play.

O LG L15G, como é chamado vem de fábrica com o Android 4.4 Kitkat voltado especificamente a aparelhos de baixo desempenho aliado a 512 MB de memória RAM, 4GB de armazenamento, Tela TFT de 3,8 polegadas e processador dual core de 1.2 Ghz. Conta também com expansão via cartões microSD para armazenamento de fotos, músicas e vídeos. A Câmera é de 3 MP e fica apenas na parte de trás, sem câmeras frontais. A LG também decidiu embarcar nele sua interface típica nos smartphones de maior custo. O modelo não conta com os botões na parte traseira, sendo utilizado na parte de baixo. Pelas imagens, percebe-se que ele suporta apenas um chip SIM card.





Uma curiosidade de mercado: mesmo parecendo ser destinado a mercados emergentes, neste momento ele está sendo vendido apenas nos Estados Unidos pelo valor de $9.82 na loja online Walmart. A LG não se pronunciou se ele chega ao Brasil, mas demonstra que se fosse lançado por aqui seria uma revolução no custo-benefício. Se o usuário optar por importar, com as taxas impostas pagaria muito menos do que os aparelhos mais baratos no seguimento low-end.

Por Leandro de Souza

LG L15G

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *