Lenovo lança Kit para Desenvolvimento de Moto Snaps



  

Kit custa cerca de US$ 125 e irá auxiliar os desenvolvedores a criarem novos Moto Snaps.

Nos Estados Unidos já foram iniciadas as vendas dos novos dispositivos da Motorola, o Moto Z e o Moto Z Force. Por lá os preços estão na faixa de US$ 624 e US$ 720, respectivamente. As vendas, como noticiado antes, estão sendo feitas por meio da Verizon. Juntamente com esses lançamentos a fabricante também está disponibilizando os chamados Moto Snaps. Basicamente são aparelhos modulares que uma vez acoplados aos telefones agregam novos recursos aos mesmos. Entre eles temos o JBL SoundBoost Speaker (que trabalha como uma caixa de som), o Insta-Share Projector (que é um mini projetor), além da bateria extra.

Por aqui a Lenovo já tinha confirmado que em breve começará as vendas do seu novo dispositivo topo de linha e também dos Moto Snaps. Porém, a marca não deu uma data específica.

No meio disso tudo voltamos a Motorola, que anda procurando se fortalecer cada vez mais no que diz respeito aos aparelhos modulares. E foi exatamente com esse objetivo que a fabricante resolveu dar chance para que desenvolvedores externos de hardware possam criar seus “Moto Snaps”. Para isso a Motorola criou um kit para os desenvolvedores de Moto Mods (que é só um outro nome para os dispositivos modulares).

No tal kit, que está custando US$125, os desenvolvedores vão encontrar um Moto Mod de referência, uma capa e uma placa perfurada contendo 80 pinos conectores. Esse último item é um dos mais importantes do kit, uma vez que a placa é necessária para que qualquer projeto de Moto Mod seja iniciado. De acordo com informações divulgadas no site da Motorola, o usuário ao ter acesso a uma placa com 26 fileira de pontos soldados em 2.44 mm é bem provável que não exista muito espaço para que as ideias sejam colocadas em ação. Isso por si só já deixa claro que a marca planejou tudo para “forçar” a compra do kit. Aliás, mesmo com o kit contendo apenas uma, caso o desenvolvedor queira ele poderá adquirir outras!





A fabricante ainda colocou em funcionamento um portal online possibilitando que os desenvolvedores possam usar as informações ali contidas como base. A Motorola garantiu que vai investir cerca de US$ 1 milhão para colocar no mercado alguns dos acessórios que forem criados.

Para o Brasil a disponibilização do kit para desenvolvedores provavelmente irá demorar um pouco (se chegar). Isso até considerando o fato de que o Moto Maker levou uma eternidade para vir.

Além da Motorola, a LG também investiu nos aparelhos modulares com o LG G5. Porém, neste caso ao que parece as pessoas não foram muito com a “cara” do dispositivo.

Por Denisson Soares



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *