Nova atualização permite alterar a fonte do texto das conversas.

Disparado como o mensageiro mais utilizado em todo mundo, o WhatsApp não para de inovar e de se modernizar, correndo sempre na frente e não dando espaço para que outros recursos roubem o seu espaço e os seus usuários. Duvida?

Pois a prova disso é a sua nova atualização que permite alterar a fonte do texto das conversas. Disponível na versão beta 2.16.179, o recurso abrange os aparelhos celulares com sistema Android e iPhone iOS. Além destes, quem for utilizar o aplicativo pelo WhatsApp Web, diretamente no seu computador, também já encontrará a opção.

Além da formatação em riscado, negrito e itálico, que chegou aos aparelhos no mês de abril, utilizando respectivamente palavras entre sinais de (~), (*) e (_), também é possível agora trocar o estilo de letra na conversa para a FixedSys Foont. Com um tamanho maior e mais espaçado entre os caracteres, a fonte permite também uma combinação de várias formatações ao mesmo tempo, por meio de combinação de códigos. Até então, isso só era possível com aplicativos externos que alteravam a configuração do texto.

Para usar, portanto, é muito simples. É preciso colocar três acentos graves (“`) no começo e no final de cada frase. Logo ao digitar, já é possível visualizar a mudança. Depois é só enviar. Além disso, a letra também pode ser alterada adicionando um emoji na frase. É fundamental saber também que a troca de fonte independe da utilização de ambos da versão mais recente do aplicativo e, dessa forma, todos conseguirão ver a mensagem.

Apesar de ainda não ter sido liberada para todos os usuários, as promessas são de que essa fonte venha para ficar. Ainda em fase de testes, a sua utilização tem sido importante, por exemplo, para destacar alguns comentários ou frases que se sobressaem às demais. É notável, todavia, que a utilização excessiva do FixedSys acaba se tornando cansativa, não sendo indicada para textos muito longos.

Apesar de ainda não se tratar de uma grande variedade de fontes, pode-se ver que caminhamos para que isso seja objetivado e, ainda, que inúmeras outras mudanças ocorram no que diz respeito ao app. Pelo menos é o que podemos observar diante de tantas alterações e opções que tem chegado aos usuários nas mais recentes atualizações. Resta esperar pelo que ainda virá.

Por Kellen Kunz

WhatsApp

Foto: Divulgação


Microsoft abandona PDF Reader buscando aumentar o sucesso do Edge.

A Microsoft vem tomando, desde o lançamento do Windows 10 nos desktops, algumas medidas controversas que de certa forma ''forçam'' o usuário a utilizar os seus serviços ou até mesmo atualizar para a nova versão do sistema operacional da empresa. Nos dispositivos mobiles a polêmica não é diferente e agora o fim do PDF Reader, anunciado pela empresa, deve reacender essa discussão.

A partir de agora, todos os usuários do Windows 10 Mobile terão de lidar com o fim do aplicativo, anunciado pela própria Microsoft no app, tudo para privilegiar o seu ''novo'' navegador Microsoft Edge, entenda.

O objetivo da empresa estadunidense com o fim do PDF Reader é fazer com que os usuários, ao menos do Microsoft Edge, utilizem o leitor de PDF do próprio navegador ao invés de um produto externo. Não é de hoje que a empresa se esforça para fazer com que o Edge seja o leitor de arquivos em PDF utilizado pelos usuários, algo que acontece desde o ano passado, mas nos desktops. O PDF Reader, aliás, era um dos aplicativos mais bem avaliados e populares da loja de aplicativos do sistema da Microsoft.

A medida é polêmica pelo fato de, de certa forma, limitar as opções do usuário, visto que praticamente todos os usuários preferiam o PDF Reader ao leitor padrão do próprio navegador Edge, embora por outro lado isso signifique que a empresa deva investir em mais recursos e ferramentas para o leitor do navegador, o que pode ser algo positivo, certamente, por outro lado.

Já a dúvida que fica entre os usuários é se ao menos de imediato o Microsoft Edge terá todas as ferramentas necessárias para suprir as necessidades dos usuários ou se ainda será necessário esperar até que o navegador da empresa receba mais funcionalidades.

Todavia, isso não quer dizer que você não poderá utilizar outros leitores de PDF para abrir esses arquivos, que estão disponíveis para o sistema da Microsoft, este aliás, é um ponto a se ressaltar, visto que a medida da Microsoft pode se tornar um tiro no pé exatamente por acabar abrindo o caminho para que os usuários que não gostam do leitor de PDF do Edge, optem por um serviço externo, mas que sequer é da própria Microsoft. Resta aguardar.


Rumores indicam que a atualização pode ser um botão \’\’+\’\’ logo abaixo das fotos, e que, ao clicar no ícone, uma aba para que o usuário possa escolher fotos para upload aparecerá.

O Instagram se tornou ao longo dos últimos anos, em uma das redes sociais mais usadas do mundo pelos usuários. O objetivo da rede social é o compartilhamento geral de fotos por meio do usuário, para seus seguidores.

A rede social vem recebendo algumas atualizações com novidades nas últimas semanas como a do gerenciamento de múltiplas contas, que sofreu com alguns problemas no início, que já foram resolvidos posteriormente, agora, uma nova atualização que foi disponibilizada para os usuários do iOS, mostrou que mais uma nova função pode estar chegando ao aplicativo, ao menos para o sistema da Maçã.

Os usuários que fizeram a atualização e puderam utilizar por alguns instantes o aplicativo com a nova função, relataram que trata-se de um botão ''+'' logo abaixo das fotos, e que, ao clicar no ícone, uma aba para que o usuário pudesse escolher fotos para upload aparece, porém, não era possível realizar o upload das imagens, o que mostrou que se tratava de uma mudança precipitada lançada para os usuários por algum erro.

Até mesmo por isso, após pouco tempo, o botão foi tirado do aplicativo depois de uma nova atualização no aplicativo, fazendo com que os usuários começassem a se questionar sobre uma possível novidade na rede social das imagens. Tal fato deixou os usuários curiosos sobre o que poderemos ver em uma atualização futura próxima.

Com isso, os primeiros rumores a respeito do que seria o botão ''+'' no aplicativo, sendo que alguns comentam sobre a possibilidade de se tratar de um envio múltiplo de imagens, a opção de responder a imagem com um vídeo ou foto por parte de outro usuário, apenas repostar a foto no seu perfil do Instagram como muitos perfis de fã clubes fazem, características de álbum, além de uma possível função disponível apenas para anunciantes, o que justificaria o fato do botão ter sido retirado rapidamente da rede social com outra atualização.

Porém, é esperado que em breve a empresa se pronuncie sobre o lançamento precipitado da função para os usuários, quando finalmente iremos saber o que afinal de contas significa o novo botão ''+'' na rede social.

Por João Trajano

 

Instagram


Nova atualização permite guardar cópias originais de suas fotos.

O Google Fotos é um dos editores de imagem mais conhecidos do mercado, disponível tanto para o sistema da própria Google, o já conhecido Android, como também para iOS. Agora, o aplicativo está recebendo uma atualização com uma nova função para os usuários do app.

Com atualizações mais frequentes desde o fim do finado Picasa, agora será possível por meio do aplicativo, guardar cópias originais de suas fotos, ou seja, as fotos que você editou por meio do app ainda sem nenhum tipo de edição realizada. Mesmo após você salvar a edição, será possível revertê-la para o estágio inicial.

Embora, já anteriormente o Google Fotos guardasse uma cópia original de sua foto, não era possível até então após salvar a edição em uma imagem, voltar para a imagem inicial sem nenhum tipo de edição, o que é uma excelente notícia para os usuários, visto que muitas vezes o usuário acaba por editar a imagem e se arrepender do resultado obtido, além daqueles que tinham de criar diversas cópias da imagem que desejavam editar para não perder a versão original da imagem.

A possibilidade é possível a partir da versão v1.17 do aplicativo, que foi lançada recentemente e já está sendo distribuída para boa parte dos usuários que contam com o aplicativo, embora alguns ainda não tenham tido acesso a atualização, permanecendo na versão anterior, v 1.16, o que deve mudar em breve.

Anteriormente, o aplicativo já havia recebido uma atualização onde se acrescentou novas ferramentas de edição de imagem para o app bem como a opção de álbuns inteligentes, outras boas novidades recentes para os usuários. Outro ponto forte do aplicativo é o armazenamento ilimitado para imagens em alta resolução, o que facilita a vida dos usuários do app que costumam tirar muitas fotos e realizar diversas edições.

A expectativa é que o aplicativo continue a receber diversas atualizações nas próximas semanas e até mesmo meses, visto que com o fim do Picasa, a Google deve se esforçar ao máximo para trazer para o Fotos, todas as funções presentes no saudoso app e que ainda não estão disponíveis no aplicativo atual da empresa para os usuários.

Por João Trajano

 

Google Fotos


Aplicativo visa agilizar o processo de digitação nos smartphones dos usuários.

As maiores empresas do setor Mobile seguem com o novo pensamento de investir cada vez mais em sistemas operacionais rivais no mercado, não somente para garantir uma receita maior, atingindo mais usuários, mas também para garantir uma maior independência das marcas, ao não ficarem presas apenas a seu SO padrão. A Microsoft é uma dessas empresas, e continua com esse plano, lançando agora, o app Hub Keyboard para o Android.

O Hub Keyboard, é um aplicativo que visa agilizar o processo de digitação nos smartphones dos usuários. O aplicativo lançado para o Android ainda conta com várias funções e opções interessantes para os usuários, como a tradução para mensagens que você pretende enviar para outra pessoa que fala uma língua diferente da sua, além de armazenamento para área de transferência, documentos, contatos, tudo feito de forma direta para o usuário.

O aplicativo da Microsoft já está disponível para download na Play Store, embora, vale lembrar, nem todos os dispositivos com Android estão aptos para instalar o aplicativo, já que ele necessita do Android 4.3 ou superior para poder rodar em seu dispositivo. Você ainda vai precisar de 12MB de memória livre em seu aparelho para poder realizar o download do APK do app.

Por enquanto, o suporte está restrito para a língua inglesa, porém, a Microsoft se comprometeu a oferecer logo em breve, a opção para mais idiomas, não especificando quais. Porém, como o português é uma das principais línguas do mundo, podemos dizer que é certo que o aplicativo dará suporte a nossa língua mãe, embora não podemos afirmar quando, bem como outras línguas como o Espanhol.

O lançamento do aplicativo para o Android causou certo descontentamento entre os usuários, já que o Android possui opções que os usuários do Windows Phone não possuem, no próprio SO da marca norte-americana. A empresa já havia feito esse mesmo esquema, em lançamentos anteriores, para iOS e Android, onde lançou funcionalidades exclusivas para os usuários de ambos os sistemas, para lançá-los posteriormente para ambos, mas nesse caso, as funções já existiam no Windows Phone.

Quando o aplicativo receber o suporte para nossa língua, de fato, se tratará de um app bem útil.

Por Isis Genari

Microsoft Hub Keyboard

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: