Novos aparelhos devem ser apresentados no dia 12 de junho. Confira as suas configurações.

A Huawei agendou para dia 12 de junho de 2016 a realização de um evento, onde reunirá sua equipe de palestrantes para que sejam apresentados os mais novos celulares intermediários da marca. Eles são o Honor 5A e também o 5A Plus, os quais dão continuidade à linha de aparelhos smartphones médianos, que tornaram-se mais baratos, devido o uso de carcaças de plástico e peças alternativas.

A empresa chinesa publicou em sua conta oficial no Weibo (uma famosa rede social da Ásia) uma imagem como uma espécie de convite para a cerimônia contendo informações como dia, horário e local do evento. Apesar de ainda não terem sido publicadas as informações técnicas de ambos os smarthpones, já rola alguma especulações, veja abaixo:

Huawei Honor 5A

  • Tela com resolução HD (1280 x 720 pixels) e 5 polegadas
  • Armazenamento interno com 16 GB de memória
  • Memória RAM de 2 GB
  • O Chipset ainda não teve marca divulgada
  • Entrada para cartão microSD
  • 2 megapixels na Câmera frontal
  • Câmera principal com 13 megapixels
  • Processador de 1.2 GHz de quatro núcleos
  • Acesso às redes 4G LTE
  • As dimensões são de 143,8 x 72 x 8,9 mm
  • Bateria de 2.200 mAh
  • Pesando 138 gramas
  • Sistema operacional Android 5.1 Lollipop, modificado com a própria interface da Huawei, EMUI

Huawei Honor 5A Plus

  •  A tela é um pouco maior que o smartphone acima, sendo de 5,5 polegadas, com resolução HD de 1280 x 720 pixels
  •  Memória RAM de 2 GB
  • Armazenamento interno com 16 GB de memória
  • Entrada para cartão microSD
  • Processador de 1,8 GHz, com oito núcleos
  •  O chipset deste aparelho também não foi informado
  • Câmera principal com 13 megapixels de resolução
  • Câmera frontal com 8 megapixels de resolução
  • Pesando 168 gramas
  • As dimensões são de 154,3 x 77,1 x 8,45 mm
  • Bateria de 3.000 mAh
  • Acesso às redes 4G LTE
  • O sistema operativo é o Android 5.1 Lollipop, também modificado pela própria interface da marca, EMUI

A empresa sacrificou alguns aspectos para que os aparelhos pudessem ter um alto nível de custo benefício, apesar dos valores ainda não terem sido divulgados. A empresa pretende mantê-los em um padrão intermediário.

FILIPE R SILVA


Modelo de entrada da Microsoft visa o mercado corporativo.

O Lumia 650 foi lançado recentemente pela Microsoft, tratando-se do modelo mais básico, de entrada, da empresa, que faz a divulgação do aparelho como a escolha certa para o mercado corporativo, que vem ganhando cada vez mais atenção das fabricantes. Porém, o dispositivo não só decepcionou pelas configurações simples demais, como também pela ausência do modo Continuum, no aparelho, o que agora, a Microsoft tenta explicar, já que a ausência do modo acaba por limitar o aparelho.

A empresa respondeu ao site Slashgear, o motivo de acabar deixando fora de seu novo smartphone o modo que aumenta a produtividade do dispositivo, justificando que a escolha foi feita com base no público que a empresa pretende atingir com o dispositivo lançado recentemente, e que o objetivo era fazer com que o aparelho fosse o mais básico possível, o que acaba por também de certa forma justificar a baixa qualidade do hardware do smartphone, embora a Microsoft afirme que tal redução no preço não tenha interferido na qualidade do dispositivo e do visual premium, já que o foco é oferecer um produto que as empresas, no geral, tenham condições de bancar para seus funcionários.

A empresa sugeriu ainda que caso as empresas tenham interesse em um modelo mais completo, basta gastar um pouco mais e comprar os dispositivos tops da empresa, como o Lumia 950.

O Lumia 650 conta com a integração com as funções do Office, OneDrive e a Cortana, para se manter conectado com os computadores de mesa com Windows 10, algo considerado crucial para o mercado corporativo, que trabalha com inúmeros documentos e trabalhos que por vezes, podem ser editados rapidamente pelo smartphone.

De fato, o dispositivo pode ter decepcionado o mercado pelas configurações básicas demais e a ausência do Continuum, porém, é fato que o smartphone é extremamente acessível para empresas pequenas e médias além de oferecer um visual extremamente elegante, muito acima de outros dispositivos nessa faixa de preço.

O Lumia 650 ainda não foi lançado oficialmente pela Microsoft no país, porém, o mesmo já se encontra na página da empresa, no Brasil, o que indica que o produto deve ser lançado em breve por aqui. Resta aguardar para saber se a opção da Microsoft por um dispositivo simples mas compacto, vai dar certo.

Por Isis Genari

Microsoft Lumia 650

Foto: Divulgação


Smartphones serão lançados no Unpacked, evento da Samsung, um dia antes da MWC 2016.

Estamos cada vez mais próximos da MWC (Mobile World Congress) 2016, que ocorre em Barcelona na última semana deste mês. Uma das grandes expectativas para o evento é o lançamento do novo Galaxy S7 e seu ''irmão'', S7 Edge.

O lançamento de ambos, na verdade, irá acontecer no Unpacked, evento da sul-coreana Samsung que irá acontecer no dia 21 de fevereiro, antes da MWC.

Na apresentação, finalmente poderemos saber quais realmente são as configurações de hardware e novidades que os novos high-end da sul-coreana vão trazer para o mercado, além de uma possível novidade que deve agradar e muito os consumidores.

Segundo o site Tudo Celular, existe a possibilidade da Samsung anunciar tanto o Galaxy S7 quanto o Galaxy S7 Edge, com preço de lançamento igual ao dos seus antecessores, da geração S6.

Assim como seus antecessores, o preço do Galaxy S7, deve ficar entre US$ 650 e cerca de US$ 700, enquanto a versão com tela maior e curvada, como grande e principal atrativo, o Galaxy S7 Edge, deverá sair por um preço entre US$ 750 e US$ 800. Isso, é claro, nas versões com menor quantidade de memória interna.

O que se especula, é que as versões com maior quantidade de armazenamento interno, deverão chegar ao mercado custando US$ 80 a mais, se comparado ao preço da versão mais simples, o que pode ser considerado positivo, já que o valor não é tão alto assim para que se possa ter mais armazenamento interno.

Já para o mercado nacional, ainda desconsiderando os impostos cobrados em cima desses dispositivos, o valor deve ficar entre R$ 2.530 e R$ 2.725 para a versão comum do Galaxy S7 e entre R$ 2.920 e R$ 3.115 para a versão de tela curva, o Galaxy S7 Edge.

Considerando que os dispositivos ainda serão altamente taxados com impostos, o preço em solo tupiniquim deve ser extremamente elevado, o que deve dificultar o acesso de um grande número de usuários, a esses smartphones.

Lembrando que nenhuma informação ainda é oficial, visto que a Samsung ainda não se pronunciou sobre o preço de lançamento de seus novos high-end, o que irá acontecer apenas na MWC deste ano.

Por Isis Genari

Samsung Galaxy S7

Samsung Galaxy S7 Edge

Fotos: Divulgação


Características do novo modelo agradam os consumidores, que poderão adquirir um produto de qualidade e preço mais acessível.

No último dia 6 de outubro, a Microsoft realizou um evento no qual apresentou algumas novidades. Após muito se falar, podemos confirmar novidades sobre o Lumia 950 e 950 XL. Mas o destaque não ficou apenas nos aparelhos de alto custo. O Lumia 550 foi anunciado por US$ 139, cerca de R$ 533, adequando-se melhor ao bolso da população de baixa renda, que poderá adquirir um produto de qualidade e preço mais acessível.

O dispositivo possui câmera frontal, para a alegria dos consumidores fãs dos selfies. O aparelho possui tela de 4.7 polegadas e Corning Gorilla Glass 3; Chipset Qualcomm MSMM8909 Snapdragon 210 Quad-Core com clock máximo em 1GHz; 1GB de RAM; 8GB de armazenamento interno, expansível via microSD; Câmera principal de 5MP com flash LED; Câmera frontal de 2MP; Bateria de 2.100 mAh e Single e Dual-SIM.

Com previsão de lançamento para novembro aqui no Brasil, o smartphone de baixo custo terá como diferencial o Windows 10 mobile, trazendo recursos diferentes do modelo anterior. Os fãs da marca contam com recursos de armazenamento de seus arquivos que podem ir diretamente para a nuvem, resolução e imagens com melhor qualidade e design parecido com os modelos Lumia 620 e 630, com bordas arredondadas e poderão ser encontrados na cor branca e preto fosco.

Lembrando que a Nokia é a fabricante original dos celulares Lumia e que a Nokia foi comprada pela Microsoft surgindo assim os smartphones Microsoft Lumia. Mesmo quando pertenciam a Nokia, os aparelhos já contavam com sistema da Microsoft, o que era um diferencial dentre outras marcas. Ainda é possível encontrar aparelhos com a marca Nokia Lumia no mercado, como os modelos Nokia Lumia 1520, Nokia Lumia 1020 e Nokia Lumia 930 com recursos de top de linha, onde chama atenção o poder da câmera de 20MP com vídeos em Full HD. Ainda é possível encontrar alguns com menor custo, como o Nokia Lumia 730, que apesar de ter menos recursos, conta com Dual Chip.

Por Lilian de Oliveira

Microsoft Lumia 550

Foto: Divulgação


Modelos Grand On e Galaxy Mega On serão os novos lançamentos da Samsung.

A Samsung é uma das fabricantes mundiais que mais oferece opções de smartphones para seus consumidores. O objetivo da empresa é conseguir agradar o máximo de pessoas possível, que acompanham gostos e tendências diferentes. Não é a toa que a companhia segue líder no mercado de telefones inteligentes.

Para agir de acordo com sua proposta, a Samsung deverá lançar dois novos aparelhos: o Galaxy Grand On e o Galaxy Mega On. Ambos tiveram suas especificações vazadas na internet.   

Alguns sites na internet já divulgaram fontes que confirmam as novidades. Os novos smartphones terão telas a partir de 5 polegadas e especificações de aparelhos de nível intermediário.

O Galaxy Grand On é o mais compacto entre os dois. Ele é especificado como modelo SM-G550. Ele deverá oferecer uma tela de 5 polegadas HD, processador Exynos 3475 rodando a 1,3 GHz, 1 GB de memória RAM, armazenamento interno de 8G (expansível via cartão microSD) e câmeras frontal e traseira de 5 MP e 8 MP, respectivamente. Tais configurações são suficientes para encaixá-lo entre os aparelhos intermediários.   A bateria do Galaxy Grand On é de 2.600 mAh e não deve ser problema para um dia inteiro de uso moderado. O sistema operacional de fábrica será o Android Lollipop. Ele pesa exatamente 140 gramas e tem as seguintes dimensões: 142 x 71,9 x 8,5 mm.   

Já o seu 'irmão', o Galaxy Mega On, especificado como SM-G600, deve oferecer aos consumidores uma tela de 5,5 polegadas HD. Segundo as informações vazadas, ele deverá ser maior com dimensões de 151,8 x 77,5 x 8,2 mm e 145 gramas. O processador embutido no Mega On é o Qualcomm Snapdragon 410 Quad-Core, rodando a 1,2 GHz. O aparelho contará com 1,5 GB de memória RAM, armazenamento interno de 8 GB e bateria de 3.000 mAh. O sistema operacional também será o Android Lollipop 5.1. A câmera traseira deverá apresentar um sensor de 13 megapixels e a frontal de 5 megapixels.   

A Samsung ainda não se manifestou sobre o lançamento dos aparelhos.

Por William Nascimento

Novo Samsung Galaxy

Novos Samsung Galaxy

Fotos: Divulgação


Apresentação ao público brasileiro será no dia 20 de agosto.

O ZenFone 2 já tem data para ser lançado no Brasil e a Asus chama o público para isso. O smartphone que seria lançado só no fim do terceiro semestre foi antecipado e dia 20 de agosto já será apresentado ao público brasileiro. A fabricante até criou um site com contagem regressiva para a apresentação, que acontecerá às 16h30 no site fenomenoz.com.br.

O chamado foi feito na página da Asus no Facebook e também chama a atenção para a possibilidade de acompanhar os detalhes do evento de lançamento ao vivo, por meio de streaming oficial.

O Zenfone 2 é o carro chefe da Asus e tem a grande missão de bater de frente com os principais nomes do mercado, o iPhone da Apple e Galaxy da Samsung.

Falta pouco para que as lojas brasileiras possam oferecer o lançamento, entretanto, não foi informado por quanto o modelo será vendido. O modelo é vendido nos EUA por US$ 299, que convertido para real equivale a pouco mais de R$ 900. O modelo é montado na fábrica brasileira, portanto recebe incentivo fiscal, mas não quer dizer que o valor será baixo. O ZenFone 2 precisa ter o preço para bater os rivais, mas deve ficar numa faixa semelhante.

Para quem não conhece, o ZenFone 2 conta com tela de 5,5 polegadas e resolução de Full HD de 1080×1920 pixels. Por dentro o modelo pode vir equipado com processador Intel Atom Z3580, com arquitetura de 64 bits. Trata-se de um quad-core de 2,3 GHz. Outra versão do processador é o Atom Z3560, rodando a 1,83 GHz, contudo não foi informado qual será versão brasileira.

A capacidade gráfica fica por conta da GPU PowerVR G6430. Um dos diferenciais é a memória RAM de 4 GB, sendo superior aos 3 GB encontrados no S6/S6 Edge e do 1 GB dos iPhones, da geração mais recente. São duas câmeras, sendo a traseira de 13 megapixels e a frontal de 5. Todas as dúvidas serão sanadas no próximo dia 20, basta esperar. 

Por Ana Rosa Martins Rocha

Asus ZenFone 2

Asus ZenFone 2

Asus ZenFone 2

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: