Empresa deve liberar a exclusão de alguns aplicativos nativos do sistema.

Uma das principais novidades trazidas pelo iOS 10, lançado no último dia 14 pela Apple, pode ter passado despercebido por muitos. Entretanto, um pequeno detalhe pode ajudar e muito quem costuma sofrer com a falta de memória interna de seus iPhones. A Apple finalmente resolveu liberar a remoção de aplicativos nativos. A informação é de que o novo sistema deverá estar disponível para todos os usuários até o final de 2016. Isso quem afirma é a própria fabricante, que colocou no ar uma página para mostrar aos usuários os 23 apps que serão “beneficiados” com a tal novidade.

Entre os itens que constam na lista da companhia estão os apps Watch, Videos, Podcasts, Notas, News, Música, Mapas, Lembretes, Mail, iTunes Store (quem diria), iCloud Drive, iBooks, Gravador Home, FaceTime, Dicas,  Contatos, Calendário, Calculadora,  Bússola, Bolsa e Amigos.

A remoção dos aplicativos é bem simples de ser feita. Para isso, basta que o usuário do aparelho toque e mantenha pressionado o ícone do mesmo na tela inicial até que vibre, depois basta tocar no ícone X que aparece no canto do app e por fim, em Remover. Para finalizar o processo é só pressionar o botão Home.

Já se o caso é restaurar o app excluído, aí não tem outro jeito além do caminho já conhecido. Ou seja, pela App Store.

Apesar de ter agradado a muitos a novidade não é tão boazinha assim e a Apple cuidou disso. A companhia deixa claro que ao remover um app nativo do aparelho o usuário também acaba removendo todos os dados de usuário, bem como arquivos de configuração que estejam envolvidos com o mesmo. Isso é um pouco chato já que pode acabar afetando alguns aspectos como as funções do sistema ou ainda as informações do Apple Watch do usuário.

Para entender melhor imagine que você tem um Apple Watch emparelhado com o iPhone. Ao remover o app do dispositivo ele também será excluído do Apple Watch. Outro exemplo são os apps Bolsa e Tempo. Ao apagar os mesmos as notificações que haviam sido trazidas pelos mesmos também irão desaparecer da Central de Notificações.

Bom, nem tudo é perfeito… E como dito antes, a Apple cuidou bem para que não fosse.

Por Denisson Soares


Rumores indicam que a atualização pode ser um botão \’\’+\’\’ logo abaixo das fotos, e que, ao clicar no ícone, uma aba para que o usuário possa escolher fotos para upload aparecerá.

O Instagram se tornou ao longo dos últimos anos, em uma das redes sociais mais usadas do mundo pelos usuários. O objetivo da rede social é o compartilhamento geral de fotos por meio do usuário, para seus seguidores.

A rede social vem recebendo algumas atualizações com novidades nas últimas semanas como a do gerenciamento de múltiplas contas, que sofreu com alguns problemas no início, que já foram resolvidos posteriormente, agora, uma nova atualização que foi disponibilizada para os usuários do iOS, mostrou que mais uma nova função pode estar chegando ao aplicativo, ao menos para o sistema da Maçã.

Os usuários que fizeram a atualização e puderam utilizar por alguns instantes o aplicativo com a nova função, relataram que trata-se de um botão ''+'' logo abaixo das fotos, e que, ao clicar no ícone, uma aba para que o usuário pudesse escolher fotos para upload aparece, porém, não era possível realizar o upload das imagens, o que mostrou que se tratava de uma mudança precipitada lançada para os usuários por algum erro.

Até mesmo por isso, após pouco tempo, o botão foi tirado do aplicativo depois de uma nova atualização no aplicativo, fazendo com que os usuários começassem a se questionar sobre uma possível novidade na rede social das imagens. Tal fato deixou os usuários curiosos sobre o que poderemos ver em uma atualização futura próxima.

Com isso, os primeiros rumores a respeito do que seria o botão ''+'' no aplicativo, sendo que alguns comentam sobre a possibilidade de se tratar de um envio múltiplo de imagens, a opção de responder a imagem com um vídeo ou foto por parte de outro usuário, apenas repostar a foto no seu perfil do Instagram como muitos perfis de fã clubes fazem, características de álbum, além de uma possível função disponível apenas para anunciantes, o que justificaria o fato do botão ter sido retirado rapidamente da rede social com outra atualização.

Porém, é esperado que em breve a empresa se pronuncie sobre o lançamento precipitado da função para os usuários, quando finalmente iremos saber o que afinal de contas significa o novo botão ''+'' na rede social.

Por João Trajano

 

Instagram


Novo problema do sistema manda e-mails para usuários com a data 01-01-1970.

A Apple está no olho do furacão nos últimos tempos, graças principalmente ao enfrentamento da empresa ao FBI, que deseja que a Apple simplesmente hackeie seu dispositivo para ajudar em uma investigação. Porém, não é apenas o caso envolvendo o FBI que vem causando polêmica, erros como o que simplesmente travavam iPhones que recebiam conserto de terceiros e que ''brickava'' o smartphone após o usuário mudar a data de seu aparelho para 01/01/1970, causaram tumulto nas redes. Agora, um novo bug vem a tona no iOS e novamente envolvendo a fatídica data.

Após a data de 01/01/1970 travar os iPhones dos usuários que alteram o dia de seu iPhone para esse, agora a data referida está simplesmente ''mandando'' e-mails para os usuários de forma extremamente misteriosa e curiosa. A mensagem enviada com a data de 01/01/1970 não conta nem mesmo com assunto ou conteúdo, porém, não podem ser apagadas pelos usuários. A mensagem está sendo enviada para diversos usuários ao redor do mundo.

Embora a empresa da Maçã ainda não tenha se pronunciado sobre o assunto, se especula que o bug poderia ter sido causado pelos usuários após uma simples alteração no fuso horário do iPhone, o que não deixa de ser extremamente estranho, não pelo bug em si, mas pelo fato de ele gerar uma mensagem datada sendo exatamente a mesma do bug anterior envolvendo o 01/01/1970.

Porém, diferente do bug do calendário que poderia simplesmente estragar o dispositivo do usuário, esse ao menos aparentemente não causa nenhum tipo de problema nos aparelhos afetados, sendo que se comenta até mesmo que para excluir as mensagens, basta fazer uso da função ''hard reset'' (botão Home + botão ligar devem ser pressionados) no dispositivo.

Vale lembrar que embora aparentemente o bug no e-mail não cause danos aos usuários, no caso do bug do calendário, os usuários que tiveram algum tipo de gasto com seu iPhone foram ressarcidos pela Apple, que corrigiu posteriormente o problema em seu sistema iOS.

Uma atualização para corrigir o bug no sistema da Apple deve ser lançada em breve, bem como a explicação da empresa a respeito dos e-mails ''fantasmas''.

Por João Trajano





CONTINUE NAVEGANDO: