As pessoas que visitarem os Estados Unidos nessas férias e quiserem aproveitar para atualizar seu smartphone pela versão Apple iPhone 6, recente lançamento da marca, poderão sofrer um pouco com a garantia do aparelho se forem desavisados.

Isso é devido ao fato de que a Apple começou a vender aparelhos desbloqueados e sem contrato com operadora. Isso pode parecer ótimo para os compradores, já que desejam utilizar o smartphone no Brasil e as operadoras por aqui são diferentes, mas o problema está no fato de que os modelos vendidos assim são diferentes dos disponibilizados no Brasil e não são homologados pela Anatel.

Nesse caso, mesmo parecendo controverso, os turistas devem comprar os aparelhos desbloqueados, porém vinculados à T-Mobile, AT&T ou Verizon, já que são do mesmo modelo dos vendidos no Brasil, o A1549 para o iPhone 6 e o A1522 para o iPhone 6 Plus.

Os modelos disponibilizados sem vínculo com operadoras são A1586 para iPhone 6 e A1524 para iPhone 6 Plus. Portanto, é necessário verificar esses números antes de adquirir os aparelhos.

Quem já comprou, não terá problemas em funcionar o dispositivo no Brasil com o chip de uma operadora local, porém não terá acesso à garantia fornecida pela Apple, caso o smartphone tenha algum problema, justamente pelo fato da Apple Brasil não vender este modelo e ele não ser homologado pela Anatel.

A grande jogada dos brasileiros que visitam o país está em fugir dos impostos acrescentados aos aparelhos se comprados em território nacional, já que as versões nacionais custam mais de R$ 3.500 na loja oficial da Apple Brasil pela internet, enquanto que no seu país de origem o custo é bem menor.

Diferentemente das versões anteriores, a Apple disponibilizou a versão 6 de seu famoso smartphone em duas opções: uma de 4.7 polegadas de tela e outra com o ecrã de 5.5 polegadas, ambos maiores que as telas das versões 5 do iPhone, que possuíam apenas 4 polegadas.

Quem pretende comprar o aparelho no Brasil, pode fazê-lo através do site da Apple Store Brasil ou em demais lojas físicas e virtuais.

Por Rannier Ferreira Mendes

Foto: divulgação


A Apple já disponibilizou a venda dos novos iPhones no Brasil. São duas novas linhas, o iPhone 6 e o iPhone 6 Plus, divididos em outros modelos. O valor acompanha a fama e a popularidade dos smartphones da Apple, os valores vão de R$ 2.879, até impressionantes R$ 4,4 mil para a versão mais robusta do iPhone 6 Plus.

O valor dos novos aparelhos é algo que chama a atenção, mas já era esperado. Os rumores foram confirmados. Os produtos e valores estão organizados de forma decrescente na relação abaixo:

– iPhone 6 Plus com capacidade de 128 GB: R$ 4.399,00 (pagamento à vista de R$ 3.959,10);

– iPhone 6 Plus com capacidade de 64 GB: R$ 3.999,00 (pagamento à vista de R$ 3.599,10);

– iPhone 6 Plus com capacidade de 16 GB: R$ 3.599,00 (pagamento à vista de R$ 3.239,10);

– iPhone 6 com capacidade de 128 GB: R$ 3.999,00 (pagamento à vista de R$ 3.599,10);

– iPhone 6 com capacidade de 64 GB: R$ 3.599,00 (pagamento à vista de R$ 3.239,10);

– iPhone 6 com capacidade de 16 GB: R$ 3.199,00 (pagamento à vista de R$ 2.879,10);

Se comparado ao modelo mais modesto do MacBook Air, o consumidor pode levar um iPhone 6 Plus de 128 GB de memória interna pagando menos. Para quem tiver interesse pode acessar o seguinte endereço eletrônico: store.apple.com. No site o consumidor pode escolher o modelo mais adequado às suas necessidades, além de conferir todos os detalhes. Esse tipo de venda garante a segurança e comodidade da entrega do produto em casa, longe das longas filas das operadoras.

Se você não quiser efetivar sua compra pela internet, pode retirar o produto pessoalmente na única Apple Store do Brasil, que fica localizada no Rio de Janeiro. Para isso é necessário reservar o aparelho pelo site citado acima, pois sem a reserva não há garantia de que a venda será realizada.

Por André César

iPhone 6 e iPhone 6 Plus

iPhone 6

iPhone 6 Plus

Fotos: Divulgação


A Apple acaba de lançar os IPhones 6 e 6 Plus, na sexta-feira (14), no Brasil, com muitas novidades, como um design novo, mudanças nos processadores, aumento da definição das imagens e novos recursos de vídeos e fotos que vão agradar aos adeptos dos "selfies".

A principal mudança foi no seu tamanho, que aumentou consideravelmente, que é marca na nova geração de smartphones da Apple. Equipada com tela de 5.5 polegadas, o IPhone 6 Plus está com dimensões próximas ao Ipad mini de 7.9 polegadas.

Se o tamanho pode não agradar a uns, mas outros, que gostam de assistir filmes ou simplesmente jogar, pode agradar e muito. Também passa a ser mais difícil portar o aparelho, já que fica mais dificil guarda-lo em bolsos de roupas comuns, do dia-a-dia.

O IPhone 6 também ficou maior, com tela de 4.7 polegadas, ou seja 0.7 polegada maior que o seu antecessor, o IPhone 5s. O peso até que não aumentou muito: passou de 112 g para 129 g.

A Apple incluiu a função de alcançabilidade nos dois modelos, ou seja, quando o usuário toca duas vezes o botão principal, a tela diminui e faz com que apenas uma das mãos alcance todas os cantos da tela.

O aparelho possui também botão de repouso na lateral dele, no lugar do topo nas versões anteriores, para facilitar o bloqueio e desbloqueio da tela. Esse recurso é novidade apenas para os fans da Apple, porque nos concorrentes esse recurso já existe há mais tempo.

Os aparelhos também estão mais largos. O IPhone 6 tem 6.9 mim e o IPhone 6 Plus está com 7.1 mm. As câmeras estão mais projetadas, ficando mais expostas, e como as lentes são de safira, não riscam com facilidade. O design do aparelho também melhorou, com seu contorno mais arredondado.

Os aparelhos também apresentam mudanças na qualidade das imagens, com a tela retina HD e contraste de 1400:1 para o IPhone 6 e 130:1 para o IPhone 6 Plus. Estão com mais cores novas, mais vivas. 

A câmara frontal dos dois modelos  passou a captar 81% mais de luz, o que garante melhores "selfies". A câmara ficou mais rápida, já que passou a captar 240 imagens por segundo no lugar dos 120 imagens por segundo do modelo anterior.

Mas o grande problema desses novos modelos está no preço, que partem de R$ 3.200,00 e chegam a R$ 4.400,00.

Por Russel Hernandes

Foto: divulgação


Os novos iPhones estão mais bonitos, mais completos, robustos e infelizmente, estão mais caros também. Tanto o iPhone 6 quanto o iPhone 6 Plus, despertam o interesse de milhões de pessoas que não poderão comprá-los por causa de alto preço.

Ambos estarão disponíveis para o consumidor brasileiro a partir do dia 14 de novembro, sexta-feira, e contam com muitas novidades, inclusive nos processadores, além de uma melhor definição de imagem e novas funções de vídeo e foto, beneficiando também os amantes das selfies.

Mas para ter todas estas novidades na mão é preciso pagar caro, pois os novos iPhones chegarão ao mercado brasileiro com preços que variam de R$ 3.200,00 a R$ 4.400,00.

E a justificativa pelo alto valor, é que o aparelho faz parte de um novo projeto da Apple que é considerado até mesmo como sendo um mini iPad, pois o aparelho conta com tela de 5,5" sendo que o iPhone 6 Plus chega com tela de 7,9"!

Certamente, este tamanho maior irá gerar uma certa estranheza para muitos, porém, quem é fã de games ou gosta de assistir filmes e vídeos em geral, certamente vai aprovar o novo aparelho. Claro que fica mais difícil segurar o aparelho, principalmente na hora de efetuar ou receber uma ligação, mas é justamente por isso que a Apple lançou dois modelos, com tamanhos diferentes, para que cada um possa analisar e optar por aquele que melhor lhe atende.

Mas o iPhone 6 também ficou um pouco maior, pois se comparado com o iPhone 5S, sua tela agora está 0,7" maior, mas apesar disto, o aumento no peso é quase insignificante, pois antes ele pesava 112g e agora pesa 129g, o usuário nem irá perceber esta diferença.

O preço sugerido para o iPhone 6 com 16GB é de R$ 3.199,00 enquanto que o valor sugerido para o 6 Plus com 128GB é de R$ 4.400,00.

Por Russel

iPhones 6 e 6 Plus

iPhone 6

Fotos: Divulgação


Lançados no início de setembro, o iPhone 6 e o 6 Plus já estão disponíveis em diversos países. No entanto, a chagada ao Brasil ainda é uma incógnita. Ambos os modelos já foram homologados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Por isso, vários rumores envolvendo a data de lançamento do aparelho no Brasil começam a surgir.  

De acordo com fontes do site Blog do iPhone, o dia 14 de novembro é a data mais provável para o lançamento do aparelho e território nacional. Conforme o site afirma, a Apple estaria ajudando no treinamento de funcionários das principais lojas de varejo do país, como a Fast Shop.  

Além das vendas convencionais nas lojas de varejo, é possível que a Apple promova uma pré-venda dos smartphones em seu site. Dessa forma os interessados poderiam garantir, com antecedência, sua versão sem a necessidade de esperarem por longas horas nas filas e ainda não terem seus aparelhos garantidos. Com a Apple Store no Rio de Janeiro, é bem provável que essa maneira de vender seja estabelecida no Brasil.

Os preços dos aparelhos também não foram divulgados. Rumores apontam para valores bastante salgados. O iPhone 6 com 16 GB de armazenamento custaria em torno de R$ 3.199. Já o modelo maior, o 6 Plus, deverá ser encontrado a partir de R$ 3.599 para a versão com menos espaço de armazenamento. Os preços, variando a capacidade de armazenamento, poderão chegar a impressionantes R$ 4.399.  

As operadoras brasileiras começam a se preparar para o lançamento dos novos smartphones. A TIM já anunciou em seu perfil na rede social Twitter sobre a proximidade de lançamento dos iPhones.

Confira as características técnicas dos aparelhos:  

– iPhone 6:

  • Chipset: Apple A8;
  • Processador: 1.4 GHz Dual Core;
  • Memória RAM: 1 GB;
  • Armazenamento Interno de até: 128 GB;
  • Tela: 4.7 polegadas;
  • Resolução: 750 x 1334 pixel;
  • Densidade de pixels: 326 ppi;
  • Câmera traseira: 8 MP;
  • Suporte a 4G.

– iPhone 6 Plus:

  • Chipset: Apple A8;
  • Processador: 1.4 GHz Dual Core;
  • Memória RAM: 1 GB;
  • Armazenamento Interno de até: 128 GB;
  • Tela: 5.5 polegadas;
  • Resolução: 1080 x 1920 pixel;
  • Densidade de pixels: 401 ppi;
  • Câmera traseira: 8 MP;
  • Suporte a 4G.

Por William Nascimento

iPhone 6

iPhone 6 Plus

Fotos: Divulgação


A Apple, famosa marca de aparelhos eletrônicos mundialmente conhecida por alta tecnologia, sempre encanta seus clientes com tecnologias inovadoras e aparelhos modernos.

A notícia da vez foi o tal do Iphone 6, o aparelho mais esperado do ano para os “Apple maníacos”. Chegou em todas as lojas dos Estados Unidos na data de 12 de setembro e tem previsão para lançamento aqui no Brasil até o final de 2014.

O tão esperado aparelho trouxe novidades de design, com aparelhos maiores e mais finos, foi lançado em duas versões, o Iphone 6 e o Iphone 6 Plus, tem uma câmera de 8 megapíxels e um sensor para utilizar o recurso de autofoco.

Inovou com um processador A8, que é mais rápido e gasta menos bateria, está disponível nas cores dourada, prata e cinza. Porém, não trouxe apenas felicidade e pontos positivos, trouxe também desilusão.

Os aparelhos começaram a dobrar acidentalmente, simplesmente por serem transportados no bolso da calça. E, é logico, que o caso virou piada na internet e oportunidade para os concorrentes jogarem na rede diversas provocações.

A marca BlackBerry garantiu que seu novo lançamento, o BlackBerry Passport, não entortará facilmente igual ao dispositivo da Apple. Já a LG, pelo Twitter, cutucou a marca da maçã chamando o Iphone 6 de aparelho “dobrável”.

Mesmo após todo tumulto que o incidente causou, não são todos os clientes que estão reclamando do incidente, é apenas a minoria dos clientes que registram reclamações referente a esse problema.

Mas não é só a famosa e queridinha marca Apple que tem esse problema. Após uma pesquisa que foi realizada pelo site Tecmundo, foi constatado que a Sony já teve problemas com o modelo Xperia Zq, a Samsung já teve problemas com o Galaxy S4, a Nokia teve problemas com o Lumia 925 e a BlackBerry com o modelo Q10.

E agora é só esperar o que a Apple tem a dizer a seus clientes.

Por Juliana Ghisi

Foto: Unbox Therap 


Muita gente ainda nem testou o iPhone 5 com sua interface inovadora e seus diversos sensores e leitores biométricos. Apesar disso, o iPhone 6 já está quase saindo do forno e um grande indicador disso é a quantidade cada vez maior de rumores que surgem em páginas especializadas pela web.

Dentre os aspectos mais esperados, o design é aquele que mais chama a atenção, já que é a essência da Apple desde os tempos em que Steve Jobs ainda tinha cabelo. Piadinhas à parte, o fundador da companhia sempre levou muito a sério essa questão em todos os seus produtos, o que garantiu boa parte do sucesso da companhia atualmente.

No iPhone 6 espera-se que o formato seja ainda mais fino e maior, seguindo uma tendência vista na maioria das grandes marcas atualmente. Se os vazamentos de funcionários de algumas montadoras se revelarem verdadeiros, o iPhone 6 deverá ter as bordas mais arredondadas e contornos bem leves para garantir a impressão de uma tela maior. Além disso, o tamanho também tem sido alvo de várias especulações na internet. Segundo especialistas em tecnologia, o mercado exige mais variedades de tamanhos, portanto, aparelhos com 4,7 polegadas poderiam ser vendidos juntamente com dispositivos de 5,5 polegadas em mercados e momentos diferentes.

Apesar de serem apenas rumores, todos esses detalhes revelam as vontades e desejos de um mercado em ascensão contínua. E, como já aconteceu no passado, muitos deles podem se revelar verdadeiros. Além disso, uma nova versão do iOS também pode ser anunciada, bem como algumas melhorias de hardware como um processador A8, mais evoluído e até mesmo uma câmera com maior capacidade. Um dos palpites mais certeiros poderia ficar justamente por conta da inclusão de câmeras melhores para abocanhar de vez essa parcela do mercado que atualmente é dominada pela Nokia com a tecnologia Pure View.

O anúncio do novo aparelho top de linha da Apple deve acontecer até o final deste ano, aproveitando o aumento nas vendas, típico dessa época do ano.

Por Ebenezer Carvalho

iPhone 6

Foto: Divulgação


Os boatos em torno da chegada do novo iPhone 6 não param, cada vez mais uma nova notícia é veiculada sobre o novo desenvolvimento da Apple em uma velocidade quase que de  hora a hora, como se cada veículo de notícia buscasse superar a expectativa criada nos usuários de todo o mundo.

São tantas notícias, principalmente referente às especificações do produto que o manual de instruções do aparelho pode ser considerado com pronto.  

Observando tudo que circula a web, reunimos alguns dados de tudo aquilo que é mais dito até o momento sobre a tão esperada novidade da Apple.

– Poderão ser dois iPhones lançados em momentos diferentes:

Não contente em deixar o público ansioso com um novo lançamento, os rumores divulgam que a Apple deverá lançar duas versões de sua sexta geração do iPhone – até então conhecido como o iPhone 6. A primeira versão tem previsão de lançamento para setembro de 2014 e com a segunda programada para 2015.

Relatórios apontam que a segunda versão do iPhone 6 pode chegar ao mercado antes do final deste ano, mas alguns rumores recentes indicam que isso poderá ocorrer apenas no próximo, o que daria a Apple e seu fabricante de baterias mais tempo para trabalhar nas especificações originais do projeto que exigirá o desenvolvimento de chassis para um aparelho supostamente mais fino.

– Um deles pode ter um display maior:

Em resposta à crescente demanda de aparelhos com telas maiores, a Apple parece definido um novo tamanho para a tela de um dos aparelhos, algo que ficaria entre o iPhone 5 e o iPad Mini. A expectativa é que este novo aparelho chegue ao mercado em data próxima ao outro aparelho de tamanho padrão. Um trará uma  tela de 4,7 polegadas e o outro terá tela similar a dos phablets da linha Galaxy Note da Samsung com um  provável display de 5,5 polegadas.

Por Jaime Pargan

Novo iPhone 6

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: