O aparelho é o mais robusto da linha, com 5.9 polegadas de tela. Embora seja grande, seu design, com mais curvas nas laterais, facilita o manejo.

Os celulares da Motorola, sobretudo os da linha Moto G, tradicionalmente obtém boas vendas no mercado brasileiro. São aparelhos conhecidos por apresentarem um bom custo-benefício. O Moto G6 Plus é o mais recente modelo desta linha e foi lançado no segundo semestre de 2018.

O aparelho é o mais robusto da linha, com 5.9 polegadas de tela. Embora seja grande, seu design, com mais curvas nas laterais, facilita o manejo. Seu acabamento é em plástico, embora lembre metal. Sua traseira é de vidro, o que traz sofisticação ao modelo, junto com a sensação de que é melhor não deixá-lo cair. Talvez por isso, a Motorola incluiu no kit uma capa de silicone, oferecendo maior proteção ao aparelho.

Os botões físicos do Moto G6 Plus se concentram na sua lateral direita. Na parte inferior, encontramos a entrada USB-C e o orifício para o fone de ouvido. As entradas para os dois chips SIM e o MicroSD ficam, por sua vez, na parte superior. O aparelho comporta MicroSD de até 256 GB. A espessura do aparelho é de 8 mm. Essa medida faz dele um dos mais finos do mercado.

O Moto G6 Plus apresenta duas câmeras traseiras, com o objetivo de melhorar a qualidade de fotografias com fundo desfocado. Elas possuem 12 e 7 megapixels, com aberturas de F/1,7 e F/2,2, respectivamente. A configuração garante boas fotos diurnas e apresenta melhores resultados em relação ao Moto G5S. Nas fotos noturnas, a qualidade é um pouco inferior, mas nada que comprometa. A câmera frontal é de 8 megapixels, com abertura F/2,2 proporcionando boas selfies. O aparelho grava vídeos em 4K na ótima resolução de 3840×2160 pixels

A tela, com visor de proporção 18:9 e resolução de 2160 x 1080 pixels, apresenta bons contrastes e qualidade nas imagens. Assim, o usuário poderá assistir suas séries e vídeos favoritos com conforto. O aparelho roda com o software Android 8.0 Oreo e possui processador Snapdragon 630 de 2,2 GHz, GPU Adreno 508 e 4 GB de RAM. Esse conjunto colabora no bom desempenho do celular.

A bateria, com 3.500 mAh de capacidade, suporta bem um dia de utilização, mas não mais do que isso. Por outro lado, o tempo de recarga é consideravelmente rápido. Com menos de 1h30 conectado à fonte de energia, o Moto G6 Plus está com 100% de carga.

Por fim, vale ressaltar que o Moto G6 Plus possui rádio FM e TV Digital. Ele é o primeiro da linha a ter esse recurso.

Para os aficionados por games, o aparelho pode ser indicado com uma pequena ressalva. O Moto G6 Plus roda bem os jogos, sem travamentos. Porém, a parte gráfica de jogos mais elaborados fica comprometida. Por isso, o jogador deverá colocar as configurações no modo automático ou médio para poder se divertir sem problemas.

O Motorola G6 Plus aparece no site da fabricante com o preço de R$1.699,00. Entretanto, em pesquisas na internet, ele é encontrado até R$300,00 mais barato do que esse preço. É um valor compatível com a média dos preços de celulares intermediários no mercado e que contempla bem os recursos que o aparelho oferece.

Ficha técnica

  • Bateria: 3.200 mAh;

· Câmera: 12 + 5 megapixels (traseira) e 8 megapixels (frontal);

· Conectividade: 3G, 4G, Wi-Fi 802.11ac, GPS, Bluetooth 5.0, USB-C, NFC, rádio FM, TV digital, fones de ouvido;

· Dimensões: 159,9 x 75,5 x 8 mm;

· GPU: Adreno 508;

· Memória externa: suporte a cartão microSD de até 256 GB;

· Memória interna: 64 GB (51 GB livres para o usuário);

· Memória RAM: 4 GB;

· Peso: 165 gramas;

· Plataforma: Android 8.0Oreo;

· Processador: octa-core Snapdragon 630 de 2,2 GHz;

· Sensores: acelerômetro, proximidade, giroscópio, bússola, impressões digitais;

· Tela: IPS LCD de 5,9 polegadas com resolução de 2016×1080 pixels (409 ppi) e proteção Gorilla Glass 3.

Por Luís Fernando Santos

Moto G6 Plus


Quem vê o Moto Z3 Play pela primeira vez fica satisfeito com o design e ao usá-lo, se surpreenderá com o desempenho, pois não trava e roda com agilidade os aplicativos populares.

O Moto Z3 Play promete vários diferenciais, entre eles uma bateria capaz de durar o dia todo, para que os usuários não precisem ficar procurando por uma tomada elétrica o tempo todo, o problema é que a resistência do aparelho não é das melhores e o leitor de impressões digitais também deixa a desejar, ou seja, é um smartphone que traz muitas novidades, tecnologia de ponta, porém, o consumidor precisa ficar atento a todos os detalhes para verificar se atenderá ao seu perfil, evitando assim, se arrepender após a compra.

O modelo é fino e rápido na execução dos aplicativos, ainda que haja várias janelas abertas ao mesmo tempo, o celular da Motorola mostrou que é realmente ágil e garante o sucesso das gerações anteriores. Quem analisa a ficha técnica se surpreende, pois apesar de ser classificado como um smartphone intermediário, tem grande poder de processamento e oferece suporte aos Moto Snaps.

A tela de 6" segue a tendência atual de telas grandes e a câmera dupla consegue atender o público cada vez mais exigente por imagens diferenciadas, é um celular que não deixa a desejar nos registros do dia a dia, seja em fotos ou vídeos. Em relação ao espaço interno para armazenamento, vai depender do modelo escolhido, sendo que tem opção de 64GB e 128GBa, quando um deve analisar quais são suas necessidades. O preço sugerido é de R$ 2.299, só que pesquisando e tendo paciência, é possível encontrá-lo por até R$ 1.899, então vale a pena analisar bem, verificar em todas as lojas online e assim, garantir um bom negócio.

Quem vê o Moto Z3 Play pela primeira vez fica satisfeito com o design e ao usá-lo, se surpreenderá com o desempenho, pois não trava e roda com agilidade os aplicativos populares, entre eles o Gmail, Instagram, WhatsApp, Twitter, Facebook e outros, mas engana-se quem pensa que este é um smartphone para as tarefas básicas, pelo contrário, ele roda também os APPs mais pesados, inclusive os games lançados recentemente e tudo isso é graças ao processador Snapdragon 636 e os 4GB de memória RAM.

Outro detalhe que vale a pena ressaltar no Moto Z3 Play é quanto ao armazenamento e tem entrada para cartão microSD, para aqueles que precisam guardar uma maior quantidade de vídeos e músicas no aparelho. A Motorola ainda oferece o Moto Z3 Play turbinado, com 6GB de memória RAM e 128GB para armazenamento, é uma opção para os usuários mais exigentes.

A câmera de 12 megapixels consegue boas fotos, mas não é ideal para fotógrafos que querem a perfeição. Se o dia estiver claro, o resultado é satisfatório, mas nada que impressione, apenas o básico mesmo. Mas a câmera dupla é um grande diferencial e oferece o efeito bokeh, que é quando o fundo fica desfocado e a pessoa fica em destaque no primeiro plano. Sabendo usar este efeito, é possível conseguir imagens incríveis, mas aí vai depender do usuário se esforçar e fazer muitos testes até dominar a técnica.

As selfies também ficam boas, com uma câmera de 8 megapixels (f/2.0), só que o flash da câmera frontal foi removido e esta opção estava presente no Moto Z2 Play. Não se sabe o motivo da Motorola ter tirado o flash do novo modelo, mas o certo é que fará falta, principalmente à noite e nas festas com os amigos e na balada.

A bateria, além de garantir autonomia para o dia todo, ainda oferece o TurboPower, para que possa ser recarregada rapidamente. Esse é um smartphone com poder de processamento, design moderno, fino, leve, mas muito frágil também. Aderir ao uso de película e também uma boa capinha será indispensável para manter seu smartphone por mais tempo.

Por Russel

Moto Z3 Play


Modelo tem ótimas características e um preço que varia de R$ 1 mil a R$ 1,5 mil.

O lançamento do tão esperado Motorola Moto G5S Plus foi um grande sucesso esse maravilhoso smartphone Android muito avançado abrange muitos pontos de vista e possui algumas características muito boas. Ele possui uma grande tela 5.5 polegadas e uma resolução com 1920×1080 pixels. Suas funcionalidades oferecidas no Motorola Moto G5S Plus estão bem variadas e totalmente inovadoras. Possui o LTE 4G que permite uma transferência de dados além de uma excelente navegação para internet. Enfatizamos também sua memória interna que é de 32 GB e possibilita expansão.

Possui uma respeitável câmera com 13 megapixels permitindo ao Motorola Moto G5S Plus captar fotos com uma maravilhosa resolução de até 4160×3120 pixels e também gravar vídeos de 4K e espantosa resolução em 3840×2160 pixels. Ele é muito fino, possui somente 8 milímetros, tornando o Motorola Moto G5S Plus muito interessante realmente.

Se procura um novo celular para comprar essa é uma ótima opção sem dúvidas nenhuma, oferecendo inúmeras possibilidades e tecnologias totalmente inovadoras.

Seu Sistema Operacional possui Android 7.1.1 e é Nougat, suas dimensões são 153x76x8,04 mm e pesa somente 170 gramas. Um ótimo aparelho para quem procura leveza e portabilidade.

Seu valor está bem variável de R$ 1.000 a R$ 1.500.

Possui dual chip e nano chip, Quad band, seu processador possui 2 Ghz e 8 Core, 3 Gb de memória Ram e memória interna de 32 Gb porém pode ser estendida até 128 GB por Micro SD.

Seu touchscreen é muito sensível e bem eficaz, tornando sua experiência com o aparelho maravilhoso.

Seu flash é dual LED e ele possui uma estabilização digital totalmente excelente, autofoco e foco por torque o torna muito fácil tirar ótimas fotos e realizar selfies maravilhosos.

Câmera frontal de 8 Mp, resolução de gravação é de 4K, câmera frontal Full HD. Ele possui Micro USB de 2.0.

Além de possuir também sensores de digital e um sistema de microfone com redução de ruídos deixando sua experiência de filmagem muito melhor.

Sua TV interna é HD, e possui uma bateria de Lítio com 3000 amperes de potência. Fazendo com que seu aparelho dure muito tempo ligado, mesmo que faça uma viagem não ficará com o aparelho desligado.

Além de vir com carregar turbo que facilita e muito na hora de carregar a bateria do seu aparelho.

Com certeza é um ótimo aparelho para comprar, um custo-benefício excelente que permite com que consiga fazer várias coisas através de seu aparelho celular. Hoje com o avanço tecnológico as empresas têm que investir cada vez mais nas inovações para conquistar mercado.

Com isso muitos aparelhos estão totalmente sofisticados e tecnológicos, chegando a realizar coisas jamais vistas ou imaginadas que seriam capazes de realizar através de um aparelho celular.

Portanto, você precisa saber exatamente o que procura em um aparelho antes de realizar a compra, e pesquisar por funções para poder realizar a compra perfeita que irá suprir suas necessidades de uso. Isso é importante para que não desembolse uma quantia considerável de dinheiro e mesmo assim fique frustrado com sua compra.

Procure uma loja da Motorola e experimente o aparelho pessoalmente, procure entender e conhecer todas as funções do aparelho e se informe também para saber quais funções o modelo não oferece. Para não ter surpresas depois da compra.

Com o fim da crise econômica no nosso país a economia tem melhorado muito e as lojas estão voltando a vender bem, para atrair esses clientes as lojas estão fazendo vários feirões e promoções, por isso é muito importante pesquisar antes de realizar uma compra para pode comprar o aparelho certo e gastar o menos possível.

Sem dúvidas, se optar pelo Moto G5S Plus estará realizando uma ótima compra e não se decepcionará depois.

Por Ricardo Ferreira Rodrigues

Moto G5S Plus


O Moto G6 Plus conta com tela grande e Android avançado.

O Moto G6 Plus é um ótimo smartphone, pois ele possui muitas características modernas e que o torna um aparelho top de linha. E justamente por ter tantas qualidades, esse smartphone se torna uma melhor opção de compra, principalmente para os usuários mais exigentes. Além de ter ótimas características esse smartphone também possui design bem atrativo, dessa forma ele reúne as principais características que um celular precisa ter. Logo abaixo estão as principais informações desse aparelho incrível.

Moto G6 Plus tem memória interna de 64 GB

Uma das características mais interessantes desse aparelho, é sua memória interna de 64 GB. Posso afirmar que esse tamanho é bem acima da média e por isso ele se destaca de outros smartphones. Com 64 GB de memória interna o usuário tem toda a liberdade de guardar suas principais informações sem se preocupar com a falta de espaço. Para quem precisa manter em sua memória interna muitas fotos, músicas, vídeos, ter os melhores aplicativos e jogos. Vale lembrar que se o usuário precisar de mais espaço no aparelho, ele pode expandir essa memória.

Aparelho com Android 8.0

Outra vantagem de quem comprar esse aparelho é que ele possui em seu sistema operacional, o Android 8.0 que é uma versão bem moderna e top de linha. Para quem gosta de ter um aparelho moderno ao alcance de suas mãos, vai gostar muito de ter esse smartphone. No Android 8.0 existem muitas funções modernas como:

– Sistema de WI-FI automático

– Sistema que não permite o uso m excesso de bateria

– Aviso de notificação direto na tela (opcional)

– Sistema Google Play Protect que ajuda na segurança dos aplicativos

– Novos Emojis que agradaram a muitos usuários

– Entre outras funções.

Tela grande de 5.99 polegadas

A tela do Moto G6 Plus é bem maior que a dos seus concorrentes e por isso ele se torna bem mais atrativo, pois a maioria dos consumidores de smartphones prefere tela maiores. Com o tamanho de 5.99 polegadas e uma resolução muito boa de 2160×1080 pixels, fica muito fácil mexer em todas as redes sociais, ver filmes, ver vídeos e séries.

Câmera traseira de 12 MP

A câmera traseira do Moto G6 Plus é muito boa e possuí 12 MP. Ele é ideal para quem gosta de fazer muitas fotos com qualidade e detalhes de imagens. A resolução dessa câmera é de 4290×2800 e é por isso que ela é capaz de fazer fotos com imagens limpas e qualidade profissional. Além disso, o usuário ainda tem a possibilidade de usar algumas funções como:

– Estabilização

– Detecção facial

– Foco por toque

– Flash Dual Led

– HDR

– Autofoco

Câmera dianteira de 8 MP

A câmera dianteira também segue a mesma linha de qualidade. Ela tem 8 MP e faz muitas selfs com ótima qualidade. Essa informação vai animar aos consumidores que gostam muito de tirar esse tipo de foto.

Gravação de vídeo em 4K

Esse smartphone também faz gravação de vídeo de ótima qualidade. Com essa câmera o usuário consegue fazer gravação em 4k e com uma alta resolução de 3840×2160 pixels. E por isso esse aparelho é ideal para os consumidores que gostam de fazer gravações diárias e até mesmo stories em redes sociais.

Valor do Moto G6 Plus

O valor do Moto G6 Plus é um pouco acima da média, porém, sua ótima qualidade explica esse valor. Por ele tem ótimas características modernas e de muita qualidade, esse valor é justificado, principalmente para os consumidores que prezam por ter os melhores aparelhos.

Smartphone com design agradável

E a última informação sobre esse celular é que ele tem um design bem agradável, pois tem ótima largura e tamanho. Ele pesa apenas 165 gramas e é bem fino com apenas 8mm.

Esse smartphone é uma ótima opção para os usuários que gostam de um celular moderno, com muitas características importantes e designe atrativo!

Por Cristiane Amaral

Moto G6 Plus


A memória do Z2 Play é de 64 GB e com uso de cartão de memória ela pode chegar a 1048 GB. Já a memória RAM é de 4 GB.

A Motorola é uma das marcas de aparelho celulares mais conhecidas e vendidas do mundo. A empresa de origem norte-americana tem se aprimorado a cada ano e oferecendo aos clientes, smartphones de alta tecnologia por um custo regular. E uma linha da marca que possui excelentes modelos é a Moto Z. E nesta análise vamos conhecer um pouco mais sobre o Moto Z2 Play. Um aparelho que apresenta uma excelente ficha técnica e que pode ser a sua próxima compra. Conheça um pouco mais sobre este aparelho e seus recursos.

A aparência do Moto Z2 Play segue a mesma linha de outros smartphones

Ao longo dos anos, os aparelhos celulares sempre possuíram aparências parecidas mesmo sendo de marcas diferentes. Já se teve aparelhos grandes, pequenos, que abriam, a tela podia ser deslizada e assim se separava do teclado, dentre outras. Hoje em dia, as marcas seguem uma mesma tendência, telas maiores que 5,0 polegadas, parte frontal com menos detalhes, aparelhos mais finos e outras características. E o Moto Z2 Play não foge deste molde. A tela do aparelho da Motorola é de 5,5 polegadas, ele é extremamente fino já que possui 6 milímetros, conta com o botão de início localizado na parte baixa da frente do aparelho e os outros botões estão na lateral.

Entretanto, as marcas sempre dão propõe alguma diferenciação no design para que o aparelho conte com algo único. No caso do Z2 Play, a câmera traseira conta com uma “proeminência” arredondada. Em relação às especificações da câmera, este ponto vai ser abordado mais abaixo desse texto. A Motorola fabricou o modelo em cores nas seguintes combinações: preto (frente) e prata (trás); branco (frente) e dourado (trás). Todos os protótipos são metálicos.

O sistema fotográfico pertencente ao Moto Z2 Play

Segundo a ficha técnica deste modelo, lembrando que ele também conta com duas câmeras (frontal e traseira), a câmera da parte da frente tem 5 polegadas e ela tem conta com a função de reconhecimento do rosto, o que ajuda a imagem ter foco. Já a de trás possui 12 megapixels. No tópico anterior que falava sobre a aparência, foi mencionado que a traseira do celular tinha uma proeminência, essa saliência é a câmera do Moto Z2 Play. E esse recurso tem o objetivo de ajudar no momento de ser fazer fotos em que o objeto esteja mais afastado.

Outro ponto da câmera do Moto Z2 Play que precisa ser mencionado é que ele conta com o “Modo Profissional”. Este recurso permite que sejam configuradas funções como: exposição de luz; controle de ISO; velocidade do obturador; balanço de luz e outros recursos. Além disso, a Motorola conta com o próprio editor de imagens que é tão bom quanto e possui tantas funções como outros editores profissionais. Com esse este programa para tratamento de fotos, você não precisa baixar outros aplicativos de imagens e poupa memória em seu aparelho. Por fim, os vídeos gravados com o Z2 Play são em 4K.

O Android é o sistema operacional presente no Z2 Play

Todos os aparelhos da Motorola possuem o Android como software. No caso do Moto Z2 Play, a versão disponível é a 7. Uma das últimas versões do sistema operacional. Lembrando que a cada nova atualização deste software, a versão mais recente vai poder ser baixada.

Recursos interessantes deste smartphone

Uma função muito interessante deste aparelho é a “Moto Voz”. A Motorola possui o seu próprio comando de voz, diferentes funções, programas, atalhos, pesquisas vão poder ser acionados por este programa exclusivo da Motorola.

Além do recurso de voz, a empresa americana ainda disponibilizou neste smartphone uma função de comando por gestos, o “Moto Ações”. Este último recurso funciona da seguinte forma, por exemplo, para que a câmera seja aberta você precisa girar o punho duas vezes.

A função “Moto Snaps” já é conhecida e está presente neste aparelho. Você coloca um dispositivo removível uma espécie de capa e o aparelho é capaz de virar um projetor, uma caixa de som, dentre outros. Ainda se tem recursos como USB tipo C; carregador turbo power e outros.

Memória e preço do Z2 Play

A memória do Z2 Play é de 64 GB e com uso de cartão de memória ela pode chegar a 1048 GB. Já a memória RAM é de 4 GB. Você pode ter certeza que não terá problemas com programas travando ou espaço insuficiente. Este aparelho pode ser encontrado a partir de R$ 2.000,00. Para outras informações: https://www.motorola.com.br.

Por Isabela Castro

Moto Z2 Play


Smartphone teria design diferente e ganharia botão \”home\” físico e chassi em metal.

A Lenovo decidiu enfim modificar a aparência do Moto X, algo que já era esperado e prometido pela marca que manteve a linha “Moto” com o sufixo “by Lenovo”. Acontece que no fim de 2015, uma imagem do que seria o novo Moto X (a ser lançado em 2016) vazou na internet e não foi levada à sério até a manifestação de Evan Blass em seu Twitter ( @evleaks) – o especialista em vazamentos comentou ainda: “Who woulda thunk it? Turns out this is 100% real”. ( “Quem pensaria isso? Acontece que ele é 100% real.” ).

As renderizações do aparelho voltaram a aparecer, mostrando bordas arredondadas e traseira plana com o logo Motorola e uma câmera protuberante, que lembra muito a usada no Lumia 950 XL. Além disso, é possível ver na imagem pinos dourados, com um suposto plug no centro. Os pinos levantaram a hipótese de o Moto X 2016 utilizar um carregador similar ao Smart Connector da Apple. Outro ponto é o botão “Home” físico – diferente de versões antecessoras da linha, que de acordo com boatos, estaria trazendo a leitura biométrica ao Moto X.

O chassi de metal traz grandes mudanças, mas o que se vê é que o modelo não agradou o antigo público do Moto X, que discute que a Lenovo teria tirado a identidade do celular. Particularmente – como usuário e consumidor – o design também não me agradou, abandonando a traseira arredondada e os Speakers na parte inferior do aparelho. Os usuários ainda dizem sobre um design genérico trazido pelas empresas chinesas, que estão tomando conta desse mercado.

Sobre os componentes do smartphone, ainda sabe-se pouco, é sabido apenas de um SoC Snapdragon 820 e 4 GB de RAM. Numa outra imagem do TechWeb pôde-se ver um cano de refrigeração como o do Xperia Premium. Diz-se que o aparelho rodará com o sistema operacional Android 6.0.1 Marshmallow.

Ainda com as imagens lançadas, é possível observar no visor do celular uma data, remetendo ao dia 24 de Agosto, possível lançamento do aparelho segundo os internautas. Ao contrário disto, o CEO da Lenovo, Yang Yuanqing, durante uma apresentação sobre um lançamento de uma subsidiária da Lenovo, disse que em 9 de Junho seria apresentado o novo Smartphone da linha Moto. É importante lembrar que já em 17 de Maio, a nova geração do Moto G também será apresentada.

Tobias Lobo C.


Modelo conta com a tecnologia Shattershield, que torna o display do aparelho resistente a quedas.

Em épocas de telas trincadas e muito prejuízo para usuários, a Motorola inova e lança no mercado o Moto X Force que apesar do preço elevado possui sistema Shattershield – a novidade torna o display do aparelho incrivelmente resistente a quedas.

Muita gente se surpreendeu com os valores do lançamento do Moto X Force, com preço de RS 3.150,00, a Motorola começa a trabalhar o conceito de indestrutível e maior durabilidade. O aparelho foi desenvolvido para permanecer por muito mais tempo nas mãos de um mesmo usuário sem ser danificado ou perder o valor de mercado.

Após o anúncio do sistema Shattershield, muitos especialistas testaram e comprovaram: a resistência do aparelho é realmente muito superior a outros produtos da concorrência. Capaz de resistir a quedas (de diversas alturas), batidas, trincas e estilhaçamentos. O Moto X Force dispensa o uso de películas protetoras e cumpre muito bem o que promete.

Com sistema Android, o smartphone dispões de 3 GB de memória RAM, processador SnapDragon810 e também CPU de oito núcleos. Em outras palavras, as especificações proporcionam rapidez e desempenho elevado. O espaço de armazenamento interno do dispositivo é expansível e pode chegar a até 2 TB com o uso do microSD – essa configuração é ótima pois será possível dispor de muito espaço para aplicativos, fotos e jogos.

A bateria do novo aparelho tem capacidade de duração de até 36 horas sem carregamento, além disso, ele conta com velocidade na tarefa, proporcionando mais de 10 horas de uso com poucos 15 minutos na tomada.

Outro diferencial é o flash frontal, configuração que faz falta para muita gente que é adepta das selfies. A câmera fotográfica do Moto X Force é inteligente e tem capacidade de balancear a iluminação dos ambientes de forma rápida e satisfatória. 

De maneira geral, apesar do alto custo, o Moto X Force é uma boa escolha. As especificações técnicas de software e hardware não deixam a desejar e esse fator está aliado à alta resistência do aparelho, que sem dúvidas, é um grande diferencial. 

Por Beatriz 

Moto X Force

Moto X Force

Fotos: Divulgação


Modelos são versões americanas do já conhecido Moto X Play.

A grande e renomada fabricante de aparelho eletroportáteis e eletroeletrônicos Motorola fez o anúncio oficial de duas novas opções de smartphones. Estas opções, em princípio, serão destinadas ao mercado norte-americano.

Estas novidades mencionadas tratam-se dos aparelhos batizados com os nomes de DROID Maxx 2 e DROID Turbo 2, os quais nada mais são do que a versão americana do já conhecido Moto X Play. Segundo os dados técnicos divulgados pela fabricante, estes aparelhos possuem hadware de alto desempenho e recursos que podem atrair muitos consumidores mais exigentes, uma vez que estes aparelhos irão dar boas razões para que isto aconteça.

O modelo mais importante para o público brasileiro dentre estes dois é o DROID Turbo 2, o qual tem previsão de lançamento aqui no Brasil para a próxima quinta-feira. Este smartphone conta com uma excelente configuração de hardware e deverá atrair bastante a atenção dos consumidores que estiverem a procura de um aparelho forte e robusto.

No caso destes dois aparelhos, o visual ficou muito similar ao que já era aguardado por muitos, uma vez que eles já estavam sendo observados há algum tempo em toda a linha Moto. Eles irão ofertar aos consumidores carregador USB Type-C e outro análogo ao que já existe no mercado o Moto X Style: equipado com uma câmera traseira de nada mais nada menos que 21 megapixels com maior velocidade de foco e com uma qualidade superior de captura de luz.

O DROID Turbo 2 contará com hardware de ponta e um design bastante atrativo, porém o seu grande destaque não ficará por conta de sua tela que possui um display OLED Ativo (AMOLED) de 5,4 polegadas, nem pouco pela sua resolução Quad HD. O atrativo deste aparelho será a resistência que foi conseguida por meio da tecnologia denominada Shatter-Shield, a qual promete que a tela deste telefone terá resistência profunda aos impactos, sendo que a fabricante fornecerá aos consumidores uma garantia de quatro anos contra quebras.

Por Adriano Oliveira

Motorola Droid Maxx 2

Motorola Droid Turbo 2

Fotos: Divulgação


Motorola lança Novo Moto E com melhorias na tela e conexão 4G. Confira o preço e as novidades do aparelho.

A segunda geração do Moto E é recebida com alterações importantes para o aparelho de entrada da Motorola. Display otimizado, conexão 4G e câmera frontal são algumas das configurações em que o dispositivo passa a ser de bom agrado para as pessoas que desejam fazer parte do mundo dos smartphones.

Embora as otimizações, trata-se de um dispositivo para as pessoas que não buscam sofisticação. Três motivos disso são a espessura do aparelho (que possui 1,23 cm, bem maior em relação aos dispositivos mais atuais), o acabamento em plástico emborrachado (sendo que outros possuem especificações em metal) e a câmera traseira com a ausência de flash.

O dispositivo é comercializado em três versões, sendo um apenas com 3G e 8 GB de armazenamento (com valor de R$ 569), outro com 4G e 16GB de armazenamento (com preço de R$ 699) e outro com 4G, 16 GB de armazenamento e TV Digital (com valor de R$ 729).

O Novo Moto E permanece possuindo uma pegada qualificada devido o corpo emborrachado. Ele possui processador quad-core (de quatro núcleos) de 1,2 GHz, 1 GB de memória RAM e capacidade com limitação. O display é de 4,5 polegadas e a otimização na sensibilidade da tela é verificável, onde na versão antecedente ele possuía pequenas “emperradas” na transição de visores, como exemplo.

Na divulgação do aparelho, a Motorola afirmou que estava escutando o feedback dos usuários e devido a isso inseriu uma câmera para selfie no dispositivo. A ausência da funcionalidade pode ter sido um dos motivos onde não são verificados tantos Motos E como Motos G, que possuem câmera frontal a partir da primeira versão. A câmera traseira, por sua vez, é atrativa para fotos em locais com boa iluminação.

A funcionalidade de TV digital permanece idêntica da versão antecedente, onde é preciso inserir um “rabicho” no local de fone de ouvido para que ela esteja em funcionamento.

Sobre o Moto E:

A Motorola lançou o Moto E em maio do ano passado. O smartphone chegou ao mercado logo após o lançamento do Moto G, porém, não fez tanto sucesso quanto o seu irmão. Inicialmente a Motorola lançou o aparelho nos Estados Unidos e na Índia. Por falar na Índia, foi lá que o aparelho mais se destacou, chegando a se aproximar da quantidade de Motos G vendidos no país. O Moto E foi criado pela Motorola no intuito de oferecer aos consumidores um aparelho intermediário, que proporcionasse uma ótima qualidade aliada a um bom preço. Para conhecer um pouco mais sobre o aparelho, acesse o site www.motorola.com.br.

Felipe Couto de Oliveira


E os consumidores brasileiros poderão contar com o Moto 360 já neste mês de novembro, pois a Motorola já confirmou a venda do smartwatch que chegará às lojas brasileiras no dia 5 de novembro, se não houver atrasos!

O preço sugerido é de R$ 899,00, mas é bom pesquisar bastante, principalmente no dia do lançamento, pois algumas empresas poderão querer vender o Moto 360 por um preço mais caro.

O Moto 360 foi lançado nos Estados Unidos no início do mês de setembro e tem feito grande sucesso por lá, sendo que em várias lojas o produto ficou esgotado rapidamente! O Moto 360 roda o Android Wear e é compatível com diversos smartphones que rodam o sistema operacional Android.

Apesar do Moto 360 estar chegando ao mercado agora, desde março deste ano que a novidade vem sendo anunciada e pessoas do mundo inteiro passaram a esperar ansiosos o lançamento deste aparelho que une os antigos relógios a um software poderoso.

A Motorola classificou o seu lançamento como a "reinvenção do clássico" e também como "uma incrível peça da tecnologia". A empresa ainda anunciou que o Moto 360 chega ao mercado para revolucionar!
Apesar de tantos elogios e um pesado marketing para promover o produto, o Moto 360 não se difere muito de outros lançamentos como o LG G Watch e também o Gear Live. Se for comparado com estes modelos, pode-se até dizer que o Moto 360 é inferior em alguns quesitos.

O Moto G tem muitos problemas que certamente frustrarão o usuário, por exemplo, sua bateria não chega a durar nem 24 horas, ele é muito grosso, o material da pulseira aparenta ser de qualidade inferior, o software apresenta falhas e o pior, não disponibiliza conectividade Wi-Fi e nem NFC! Mas nem tudo está perdido, o Moto 360 tem pontos positivos, entre eles o fato de ser em metal, garantindo maior resistência, o carregamento é feito sem o uso de fio, é resistente à água, conta com sensor de iluminação ambiente, além de sensor de monitoramento cardíaco.

Apesar de ser um lançamento tão aguardado, é bom verificar bem as funções do Moto 360 para ver se você realmente está precisando de um deste.

Moto 360

Moto 360

Fotos: Divulgação


A Motorola continua conquistando ótimas vendas no mercado de smartphone, graças ao Moto G e também ao Moto X que conquistaram o mercado brasileiro.

E o sucesso da Motorola por aqui é tão grande, que a empresa resolveu priorizar o país e seus novos lançamentos estão sendo feitos aqui simultaneamente com outros países. E o novo Moto G está repleto de novidades e motivos para convencer você a adquirir um, confira!

A Motorola disponibiliza em seus smartphones o Android "puro", já que outras empresas sempre buscam uma forma de modificar o SO para atendê-las melhor. Assim, o Android do novo Moto G não tem a interface modificada, deixando o sistema operacional bem mais leve e livre de vários aplicativos que você nunca iria usar. O aparelho vem com o Android 4.4.4 KitKat e poderá ser atualizado para o Android 5 LolliPop.

O novo Moto G agora oferece suporte a cartão SD, assim, além de ter 8GB ou 16GB de espaço no aparelho, poderá inserir um cartão que ofereça até 32GB de espaço para armazenamento.
Outro bom motivo para você ter um novo Moto G é o preço! Pagando apenas R$ 699,00 em média você poderá ter um aparelho com 8GB de espaço, tela HD, som estéreo e ainda contará com uma bateria de longa duração. O processador é um Snapdragon 400 quad core e oferece dual chip. É o aparelho com melhor relação custo X benefício.

E se você pagar cerca de R$ 799,00 poderá ter o Moto G com 16GB de espaço e com televisão digital e as imagens são excelentes, uma ótima opção para quem não abre mão de ter TV no smartphone. As imagens da TV do novo Moto G são bem nítidas e você pode conferir ainda uma prévia de toda a programação na lista dos canais.

E os aplicativos que veem com o novo Moto G realmente são importantes, como o Moto Assist que ajuda a automatizar várias tarefas. Tem ainda o Alerta para informar ao usuário sobre algumas situações de risco. E com o Migração Motorola você poderá transferir todos os dados de seu antigo Motorola para o novo modelo.

O novo Moto G tem atualização garantida para o novo Android 5 LolliPop, a última versão do Android que está repleta de novidades!

As câmeras do aparelho foram aprimoradas, sendo que a câmera principal agora conta com 8mp e a câmera dianteira com 2mp, para garantir melhor resolução! O software da câmera do novo Moto G possibilita a filmagem em câmera lenta e também em Full HD.

É sem dúvida alguma, um dos melhores modelos “intermediários” do mercado atual!

Por Russel

Moto G

Moto G

Fotos: Divulgação


Muitos são os smartphones que estão chegando ao mercado, muitos inclusive oferecem um ótimo preço, mas é preciso ficar atento para não adquirir um smartphone com uma configuração que não atenda às suas necessidades. Mas há vários celulares que custam menos de R$ 700,00 e oferecem uma boa configuração, capaz de atender a grande maioria dos usuários.

O Moto G é um bom exemplo de smartphone bom e barato! Está entre os aparelhos mais vendidos no Brasil e apesar de custar R$ 650,00 oferece uma configuração robusta e muitas vantagens. Roda o sistema operacional Android KitKat 4.4.4, o processador é um quad core 1,2GHz, vem com 1GB de memória e está disponível em duas versões, com 8GB de espaço interno para armazenamento e outra versão com 16GB de espaço interno. A tela é de 5" e a câmera traseira é de 8mp.

O Xperia C é outro modelo que não deixa nada a desejar! O sistema operacional é o Android 4.2.2 Jelly Bean e o processador é um quad core 1,2GHz, com 1GB de memória. Infelizmente, o Xperia C perde no quesito "espaço para armazenamento", pois o modelo disponibiliza apenas 4GB. O modelo pode ser encontrado por R$ 680,00.

O Samsung Galaxy Core 2 é uma versão mais barata da sul-coreana, mas consegue atender a maioria das tarefas dos usuários comuns, como conferir e-mails, acessar redes sociais, conferir as últimas notícias e roda vários aplicativos, desde que sejam mais leves. Mas a memória é de apenas 768MB e o espaço de armazenamento somente 4GB. O visor de 4,5" tem resolução de apenas 480 x 800 pixels. O valor não chega a R$ 600,00 mas o custo-benefício, se comparado com o Moto G não compensa.

E tem a opção do Nokia Lumia 630 que é um smartphone que roda o Windows Phone 8.1. A tela é de 4,5" e o processador um Qualcomm Snapdragon 400 de 1,2GHz. Mas tem somente 512MB de memória. Mas o espaço para armazenamento é de 8GB e pode ser expansível para 128GB através do cartão microSD. Vem somente com câmera traseira e o valor fica na média dos R$ 550,00.

Por Russel

Moto G

Sony Xperia C

Samsung Galaxy Core 2

Nokia Lumia 630

Fotos: Divulgação


Uma boa notícia para os amantes de tecnologia. Após a explosão dos smartphone, que substituíram os celulares convencionais com inúmeras funcionalidades além de apenas o envio e recebimento de mensagens e ligações, a Motorola anuncia o lançamento, aqui no Brasil, de uma nova linha de relógios inteligentes, que inclui o Moto 360, um dos relógios mais esperados no mercado tecnológico. O produto já foi lançado em alguns países, porém, apenas agora há a previsão de lançamento no Brasil para os próximos dias, confirmou a Motorola.

A empresa confirma que o lançamento do relógio no Brasil terá o valor estipulado em R$ 899,00 para as vendas iniciais. O valor é similar ao valor médio de alguns dos smartphones mais vendidos. Em comparação, o Moto 360 traz novidades e funções que se assemelham aos smartphones.

O Moto 360 está equipado com o sistema operacional Android Wear e está cotado para disputar de frente com relógios inteligentes de outros fabricantes. Um dos motivos da expectativa de competitividade e rápida popularização é o valor acessível informado pela empresa.

O produto possui tela arredondada de 1,56 polegadas, resolução de 340 x 290 pixels, 512MB de memória RAM, 4GB de memória interna e um processador Snapdragon 400 (clock de 1.2GHz) e pesa apenas 49g. Porém, com todas as características positivas citadas, o novo relógio tem uma característica pouco chamativa para quem gosta de produtos com autonomia: para manter todo o sistema em funcionamento o Moto 360 precisa ser carregado diariamente.

Mesmo com a necessidade de carregamento diário, o Moto 360 se mostra uma ferramenta útil para o dia a dia, uma vez que o seu peso e tamanho permitem que o usuário o carregue consigo para qualquer lugar, além de proporcionar funcionalidades específicas dos smartphones. Sendo assim, o seu carregamento diário se torna um detalhe quase irrelevante, uma vez que a média de duração dos aparelhos smartphone também não passa de um a dois dias.

Enquanto não chega, o consumidor pode conferir todos os detalhes do produto pelo site do fabricante: moto360.motorola.com.

Por André César

Moto 360

Moto 360

Foto: Divulgação


O Moto G, smartphone da Motorola lançando em 2013, foi o aparelho mais vendido da empresa, segundo a própria Motorola. Para manter o sucesso, o novo Moto G, melhorou o hardware, agora possuiu suporte para dois chips e o recurso de TV digital, este último exclusivo no Brasil. 

O aparelho não possui funções delirantes, a qualidade está justamente em fazer o que se espera de um smartphone a um preço acessível, quando comparado ao Samsung Grand Duos (que é  vendido por R$ 1.200), tem funções bem semelhantes. O Moto G tira fotos com resolução aceitável, não engasga ao rodar aplicativos e tem uma tela grande e de qualidade. Os únicos contras do aparelho são que não roda 4G e possui um fone de ouvido frágil e de plástico.

A versão mais cara do Moto G custa em média R$ 799 tem 16GB interno e TV digital. E a versão mais barata custa em torno de R$ 699, possui 8GB interno e não tem o recurso de TV digital. 

Com tela 5 polegadas HD, o novo Moto G está no porte dos tops de linha, apesar dos tops já possuírem tela Full HD. A parte de trás, por ser emborrachada, ajuda na aderência do aparelho na mão. Com uma espessura de 11 milímetros, quando está no bolso de trás da calça de um homem não incomoda em nada. Mas, pode desagradar as mulheres, pois cresceu meia polegada, por isso pode ficar desagradável para carregar no bolso de trás da calça feminina.

Com um bom processador quad-core 1,2GHz, o Moto G roda bem os aplicativos populares. Durante os testes, app's como Facebook, Whatsapp, Instagram e Twitter rodaram sem dificuldades. Também não houve problemas em rodar jogos com gráficos mais pesados.

O ponto negativo do Moto G é não possuir uma versão 4G. Ainda não existe previsão para aparelhos que rodem a internet móvel ultraveloz.

O Android é o 4.4 (KitKat), praticamente puro, ou seja, com poucos aplicativos e interface adaptada para a Motorola. Este é um ponto positivo, pois está pronto para receber uma nova versão do Android. Alguns dos recursos adicionados ao novo Moto G, foram "Assist" e "Migração Motorola". O primeiro permite configurar ações inteligentes ao aparelho e a segunda ajuda a transferir dados de smartphones novos e antigos, via Bluetooth para o Moto G.

O recurso TV digital é a grande novidade no novo aparelho, mas para usar o recurso é preciso estar em um lugar com bom sinal, às vezes em lugares fechados, o aparelho começava a exibir imagens, mas depois elas desapareciam. Em lugar aberto, não houve problemas em assistir à TV.

Ao comprar o aparelho, a pessoa tem que ficar atenta, pois o  recurso TV digital consome muita bateria. Em meia hora de viagem em transporte público a bateria caiu em 30%. Para minimizar isso, existe um recurso que ao chegar aos 50% de bateria é exibido um aviso. 

A câmera melhorou em relação ao aparelho anterior, em lugares iluminados e com o aparelho bem estabilizado é possível tirar ótimas fotos. Caso, não esteja estabilizado, as fotos podem sair tremidas e podem começar a granular um pouco.

Por Camilla Batista 

Moto G

Moto G

Fotos: Divulgação


Não é preciso desembolsar uma boa quantia para ter um smartphone de qualidade, no mercado, atualmente, existem vários modelos das mais diversas marcas com um desempenho muito bom, se você não quer um top de linha, mas não despensa uma boa configuração, veja abaixo alguns modelos, sendo que seus preços variam entre R$ 1 mil e R$ 1,6 mil.

O Nexus 5, custa em média R$ 1.100, possuiu a versão mais recente do Android puro do Google. Possui um design discreto, não muito diferente de outros modelos no mercado, bom para quem procura um aparelho equilibrado em vários quesitos. Seus pontos fracos são a câmera e a bateria, embora tenham um bom desempenho e possam atender até os mais exigentes. Seu processador é SnapDragon 800 da Qualcomm, mémoria de 2GB RAM, 16GB internos, câmera 8 megapixels com HDR, ele suporta o 4G brasileiro, além de possuir conectividade padrão de WiFi, Bluetooth e NFC. Seu Android tem garantia
de atualização.

O Moto X, custa em média R$ 1.499, e é um dos melhores smartphones Android do mercado. A Motorola é uma das melhores marcas de smartphones, tendo seu outro aparelho, o Moto G, como um dos mais vendidos do mercado.

O Moto X é um aparelho equilibrado, com um preço competitivo. Sua tela tem 5,2 polegadas Full HD, possuiu um sistema de comando de voz muito bom e totalmente em português. Possui a versão mais recente do Android, o 4.4.4 (KitKat). O aparelho ainda traz 2 GB de RAM e 32 GB internos. Sua câmera traseira possuiu 13 megapixels e a frontal 2 megapixels.

O Xperia Z1, custa em torno de R$ 1.500, possui um design arrojado. Este aparelho da Sony foi o primeiro a oferecer corpo à prova d'água e poeira. Traz um excelente desempenho como o Nexus 5, possuem o mesmo processador SnapDragon 800 da Qualcomm e a mesma memória de 2GB RAM e 16GB internos. Mas o Xperia Z1 só suporta um cartão de memória. Sua câmera é superior ao Moto X e ao Nexus 5, tanto no desempenho quanto na resolução, sua câmera de captura de 20,7 megapixels, uma das melhores do mercado.O Android não vem puro, vem com vários app's já pré-instalados que não podem ser excluídos.

O Galaxy S4, também está na faixa de R$ 1.500, o preço do S4 foi abatido após 1 ano no mercado, mas ainda oferece excelentes configurações. A tela FullHD com tecnologia AMOLED, seu desempenho é muito bom, suporta o 4G brasileiro, memória 2GB RAM e 16GB internos, além de possuir entrada para cartão de memória. O desempenho de sua câmera também é muito bom, possui 13 megapixels com ótima resolução, mesmo com fotos com pouca luz. Gravação de vídeos em 1080p bate de frente com os atuais tops de linha. Há muitos recursos de software da Samsung, mas podem ser um pouco confusos para os usuários.

O Lumia 1020, custa em torno de R$1.600, e é um dos melhores no quesito câmera, para aqueles que procuram um bom celular, mas com uma câmera melhor ainda, este é o aparelho certo. Seu sensor, é o poderoso PureView com incríveis 41 megapixels e sistema de estabilização de imagens, que permite fazer gravações e tirar fotos sem tremer. Em questão a configuração, seu hardware é inferior aos demais, já que possui um processador dual-core e o ultrapassado Adreno 225 para gráficos. Com 2GB de RAM, o Lumia consegue rodar com facilidade o Windows 8 que pode ser atualizado para o 8.1, possui 32GB internos, mas não pode expandir a memória. 

Por Camilla Batista

Nexus 5

Nexus 5

 

Moto X

Moto X

Sony Xperia Z1

Sony Xperia Z1

 

Samsung Galaxy S4

Samsung Galaxy S4

 

Nokia Lumia 1020

Nokia Lumia 1020

Fotos: Divulgação


A Motorola realizou em Chicago um evento privado para divulgar sua nova linha de produtos, mas uma loja de departamentos brasileira deixou vazar na internet um vídeo (ainda disponível em vid.me/81q até o fechamento do artigo) sobre as novidades do novo modelo Moto G2 Colors.

O marketing do novo produto durante a apresentação foi voltado para as funcionalidades do aparelho durante o dia a dia dos usuários no que diz respeito à facilidade de utilização, estilo e adaptabilidade dos perfis, com possibilidade de programação de horários, durante o dia (e à noite) em que o telefone deve ficar no modo normal ou silencioso.

Essa versão do aparelho, XT1069, foi desenvolvida pensando especialmente no mercado brasileiro, visto que no exterior não é comum encontrar smartphones com TV Digital e espaço para mais de um SIMCard. A tela aumentou 0,5 polegada – de 4,5 para 5, porém a resolução não parece ter sido alterada, e o “HD” continua com os mesmos 720p. A câmera tem 8 megapixels (contra os 5 do modelo anterior) e flash de LED.

O dispositivo novo também conta com dois alto-falantes estéreos frontais, posicionados acima e abaixo do touchscreen, 16GB de memória interna (e dois anos de 50GB disponíveis no Google Drive) e um processador Snapdragon Quad-core. Como o próprio nome já diz, as capas coloridas estão disponíveis no novo modelo, que já deve vir de fábrica com pelo menos duas opções de cores para o usuário revezar.

A novidade irá contar com Sistema Operacional Android 4.4 KitKat e internet 3G, a princípio, com possibilidade de uma nova versão ser lançada compatível com o 4G, como ocorreu com sua versão anterior.

O ponto fraco (não confirmado) do lançamento fica por conta da bateria, que parece não ter sido alterada, e continua com a mesma 2070mah do modelo anterior, e que já foi motivo de reclamações por não conseguir passar das 10-12 horas de uso.

Por Felipe Foureaux Freitas

Moto G2

Moto G2

Fotos: Divulgação

 


Conforme os preços variam, o custo-benefício de um celular pode aumentar ou diminuir. E foi isso que aconteceu com o Moto G. O aparelho chegou a ser encontrado por incríveis R$ 519 à vista. Isso eleva o custo-benefício do aparelho, deixando-o em situação confortável em relação aos seus principais concorrentes.

Devido às variações de preço que ocorrem regularmente, o Moto G pode ser encontrado agora por R$ 584, no varejista Submarino.  

No site Tudo Celular, o aparelho saltou da 4ª posição para a no ranking de custo-benefício. O smartphone superou o Sony Xperia Z1 e o LG G3, ficando atrás apenas do líder Nexus 5.

O aparelho da Motorola, desenvolvido quando a empresa ainda estava sob controle do Google, alcançou a nota 9,8, estipulada pelo site.  

O que era bom ficou ainda melhor. Apesar do preço baixo, o Moto G é um excelente aparelho capaz de rodar praticamente todos os aplicativos da Google Play Store sem dificuldades. Ele consegue satisfazer mesmo os usuários avançados. Não é à toa que o Moto G é o smartphone de maior sucesso na história da Motorola, que recentemente foi adquirida pela Lenovo.  

A queda no preço pode estar relacionada ao lançamento da próxima geração do aparelho, o Moto G2, que deve ser lançado às vésperas da IFA 2014, que ocorre no início de setembro, em Berlim, Alemanha.

O aparelho possui especificações de smartphone intermediário. Ele é equipado com um processador Snapdragon 400 rodando a 1,2 GHz Quad-Core, uma GPU Adreno 305, 1 GB de memória RAM, 16 GB de armazenamento interno (há versões de 8 GB), tela de 4,5 polegadas com resolução 720×1280, câmera traseira de 5 megapixels e bateria de 2070 mAh. O sistema operacional do Motorola Moto G é o mais recente lançado pelo Google, o Android 4.4.4 KitKat.  

Se você quer ter acesso a um bom smartphone sem gastar muito, o Moto G certamente é a melhor opção no mercado brasileiro. No último ano ele foi o smartphone mais vendido do Brasil.

Por William Nascimento

Moto G

Moto G

Moto G

Fotos: Divulgação


Um aparelho portátil com muito sucesso na atualidade é, sem sombra de dúvidas, os smartphones. Os mesmos ganharam bastante sucesso no mercado internacional devido às suas configurações avançadas em relação aos celulares comuns. Dessa forma, ter um smartphone se tornou sinônimo de modernidade, por isso, o aparelho faz sucesso em escala global.

Dentre as várias marcas que atuam na produção e comercialização de smartphones podemos destacar a Motorola, empresa de grande sucesso e muito conhecida em todas as partes do planeta. Para quem está em busca de smartphone desta marca saiba que uma boa indicação fica por conta do novo Motorola Moto E. Saiba mais detalhes a respeito do lançamento da Motorola na continuação desta matéria.

O Moto E é uma versão de entrada da marca que promete fazer bastante sucesso em seu segmento. Uma das grandes vantagens desse aparelho é justamente o mesmo ser na versão dual-chip, ou seja, você pode usar até dois chips diferentes caso deseje. Além disso, outro ponto positivo é a versão com TV Digital. O design do aparelho também merece destaque, bastante moderno e bem detalhado.

Um dos grandes destaques desse aparelho é justamente o seu sistema operacional, trata-se do Android 4.4.2, o KitKat, caso não saiba esse é um dos melhores sistemas operacionais da atualidade. Essa plataforma é bastante simples de ser manuseada e ao mesmo tempo dispõe de uma funcionalidade muito boa e avançada, com interface simplificada proporcionando ótima navegação a qualquer usuário.

O novo smartphone da Motorola ainda possui tela de 4,3 polegadas com resolução de 960 x 540 pixels. Para aqueles que gostam de tirar fotos saibam que a câmera traseira é de 5 megapixels. O aparelho ainda possui as conectividades Wi-Fi, 3G e Bluetooth. A parte de hardware do Moto E também não deixa a desejar, o processador é o dual-core de 1,2 GHz, possui 1 GB de memória RAM bem como 4 GB de armazenamento interno que podem ser expandidos para até 32 GB com auxílio de cartão microSD.

A versão dual-chip possui preço sugerido de R$ 529 enquanto que a versão com dois chips, TV Digital e duas capinha dispõe de preço sugerido de R$ 599.

Por Bruno Henrique

Moto E

Foto: Divulgação


Os celulares devem ser práticos, modernos, versáteis e com funcionalidades diferentes e criativas. O Moto X é exatamente assim! O aparelho consegue responder a vários comandos de voz, ou seja, você não vai precisar ficar mexendo nele, basta falar e pronto: ele te atende! Além desse recurso, ele contempla um design diferenciado, elegante e com acabamento em madeira, que foi fabricado de forma especializada para o aparelho.

Para quem gosta de fotografar e aproveitar os melhores momentos da vida, o Moto X tem uma câmera muito prática: basta agitar para fotografar. Assim, o celular vira uma câmera e depois é só apertar em qualquer lugar da tela, para não perder a foto. Sabe aquele momento inusitado com os amigos, ou quando quer tirar uma foto espontânea? Por meio do Moto X, isso vai ser muito fácil.

Além disso, você vai poder falar com seu celular e ele vai te atender sem toques. Desta forma, ele responde aos seus comandos de voz. Prático demais para o dia a dia, não acha? O que você gosta de saber no seu celular? As informações aparecem de forma discreta na tela e assim você não precisa desbloquear o aparelho se quiser saber a hora ou mesmo visualizar se chegou alguma mensagem importante.

Mas, se você quiser saber alguma outra informação específica, basta encostar no ícone de notificações e os detalhes vão aparecer no topo ou no rodapé da página.

Além de poder contar com todas essas funcionalidades, o Moto X tem o sistema Android, em que você vai poder desfrutar de todos os serviços do Google em qualquer lugar, ou seja, quando quiser. Dessa forma, se você estiver esperando um voo ou mesmo no seu tempo livre, vai poder curtir as funcionalidades da plataforma Android ou baixar os milhares de aplicativos e games existentes, para curtir no Moto X, o celular inteligente da Motorola. 

Por Babi

Moto X

Foto: Divulgação


A Motorola está trabalhando pesado para se estabelecer nos mercados de baixo custo atualmente dominados por aparelhos de configurações extremamente simples. A maioria dos usuários desse tipo de aparelho são indivíduos que possuem pouca ou nenhuma experiência em smartphones ou ainda utilizam os chamados feature phones, celulares comuns, com teclado numérico e tela pequena.

Segundo dados da IDC Brasil, empresa especializada em consultoria na área de tecnologia, o país ainda possui cerca de 11 milhões de telefones celulares tradicionais. Esses dados foram fortes o suficiente para convencer a Motorola a investir nesse campo e atrair essa parcela de consumidores. Aparentemente não é só no Brasil que essa situação ocorre, já que a empresa também lançou o Moto E na Índia e em vários outros mercados emergentes.

A estratégia de fato pode funcionar, já que o aparelho possui uma configuração robusta, superior à maioria dos smartphones de entrada vendidos atualmente. Entretanto, será que o Moto E é capaz de vencer o Lumia 520, um dos queridinhos da categoria?

Para responder a essa questão, é importante analisarmos os dois aparelhos e colocá-los lado a lado na briga por um mercado que cresce cada vez mais tanto no Brasil quanto em outros países em ascensão.

O smartphone de entrada da Nokia possui, de fato, um grande ponto positivo que é a sua capacidade de armazenamento interno. Com 8GB de memória interna o usuário não deve ter problemas para instalar a maioria de seus aplicativos. Além disso, a Nokia é conhecida por ter as melhores câmeras em smartphones e apesar de possuir apenas 5MP, a câmera do Lumia 520 conta com uma série de recursos que estão em falta no Moto E. Já o aparelho da Motorola possui configuração superior em quase todos os aspectos, com 1GB de RAM, processador dual-core de 1,2GHz, densidade de pixels maior, com 256 ppi, resolução de 960x540p e tela de 4,3 polegadas contra apenas 4 do Lumia.

Atualmente o smartphone da Nokia é vendido por R$ 500, já o Moto E sai por R$ 525 na versão mais simples, caso o usuário não se importe em ter um aparelho com TV Digital e capacidade dual-SIM.

Por Ebenezer Carvalho

Novo Moto E

Foto: Divulgação


Lançado recentemente pela Motorola,o Moto E conta com versão que traz suporte para dois chips além de TV digital. O modelo de entrada da fabricante já começou a ser vendido no Brasil e em outros 39 países na última semana. O dispositivo por aqui pode ser encontrado por preços a partir de R$ 530. Já versão que tem dois chips mais a TV digital vai custar ao consumidor R$ 600.

Rick Osterloch, executivo da Motorola, parece estar feliz com os resultados obtidos pela empresa em terras brasileiras. Por aqui a marca tem dois de seus smartphones como os mais vendidos. Fato que coloca a empresa de volta ao mercado. Em um período de cinco meses o Moto G acabou por se tornar o aparelho mais vendido no país.

De acordo com a Motorola com os resultados obtidos por aqui, depois dos Estados Unidos, o Brasil acabou se tornando o segundo país mais importante para os negócios da fabricante de dispositivos móveis. Aliás, esse é um dos principais motivos que levaram a marca a disponibilizar o Moto E com TV digital. Segundo o executivo da empresa isso foi implementado como resultado aos pedidos dos consumidores que estão optando por trocar os celulares convencionais por smartphones. Ainda segundo a empresa caso isso traga resultados positivos por aqui outros mercados também poderão ter sua vez.

O Moto E basicamente é um aparelho de entrada. Isso quer dizer que tem um preço relativamente mais acessível, o que permitirá que muita gente faça a troca de celular para smartphone. O modelo apresentado é bem similar a outros “irmãos” mais velhos tais como o Moto X e o Moto G. Outro detalhe é que o dispositivo contará com capas coloridas que poderão ser personalizadas pelos usuários.

A tela do aparelho conta com 4,3 polegadas. Entretanto, diferente do Moto G e do Moto X a tela não é uma Full HD. Já a bateria do dispositivo tem capacidade para durar um dia inteiro. O sistema operacional é o Android 4.4.2, versão mais recente do sistema operacional do Google. O Moto E conta também com 1 GB de memória RAM, rádio FM, câmera de 5 megapixels, entrada para cartão de memória com capacidade para até 32 GB de armazenamento e a já citada TV digital. No mais, ainda tem a tela que traz a tecnologia batizada de Gorilla Glass, que é bem mais resistente a arranhões e à chuva.

Com relação ao Moto G a empresa lançou uma versão com suporte para internet móvel uma vez que o modelo anterior contava apenas com suporte para a 3G. O modelo mais recente será vendido a partir de R$ 800 enquanto que a versão 3G custa R$ 650. De acordo com a empresa a inclusão da 4G foi feita em resposta a pedidos que partiram dos próprios usuários brasileiros que buscavam poder usar uma internet mais rápida em um aparelho com preço mais acessível.

Por Denisson Soares

Moto E

Foto: Divulgação


Uma novidade tomou conta do mundo da tecnologia. É que a Lenovo, marca que vem crescendo cada vez mais, acabou de comprar, de adquirir a Motorola Mobility, que pertencia ao Google. A Lenovo fez essa aquisaçao para ficar ainda mais forte no mercado.

Na verdade, a empresa chinesa ficará, por conta da Motorola, com 6% do mercado mundial de Smartphones. Esses números, no entanto, são relevantes porque, a partir disso, as vendas da Motorola e da Lenovo ultrapassarão marcas potentes como Huawei e a LG. Seja bem como for, a Lenovo ficará atrás apenas da Samsung e Apple.

Pois bem, outro ponto relavante que podemos focar é, sem dúvida, nas palavras de Yang Yuanqing, chairman e CEO da Lenovo que, em entrevista transcrita na MeioMensagem, afirmou o seguinte: A Lenovo já provou sua capacidade de ser bem sucedida em incorporar e fortalecer grandes marcas, como fizemos com a marca iThink, da IBM.

Outra questão a ser levantada nesse fato, foi a postura da Google. Afinal de contas, a empresa, que havia comprado a Motorola, em 2011, pelo preço de US$ 12,5 bilhões, acabou de vender essa marca por US$ 2,91 bilhões.

A Google, por sua vez, deixou bem claro que fez isso porque está focando cada vez mais em outros sistemas, como o Android, que vem alcançando boas vendas. Por fim, para que o negócio possa ser concretizado, vale dizer que a situação precisa ser aprovada elas agências regulatórias de concorrência nos Estados Unidos e na China. 

Agora é esperar para ver o que essa mudança causará, em termos de impacto para o mercado de smartphones no mundo todo. No Brasil, com efeito, haverá sim algumas mudanças, sobretudo porque as marcas aqui citadas são muito bem requisitadas no mercado nacional de dispositivos móveis, tecnologias e gadgets de uma forma geral. 

A priori, o negócio parece ter sido bom para ambas as partes.

Por Juan Wihelm

Foto: divulgação


A tecnologia mudou, os computadores que antes eram gigantes, agora cabem na mão com os chamados Tablets. O recurso da TV também mudou. Antigamente eram gigantes e pesadas. Hoje são finas como folhas de papel, mas será que o Celular também mudou?

Pra isso chamamos os smartphones que são nada mais nada menos que celulares inteligentes que têm funções de computador. E nessa classe, há muitas faixas de preços e opções. Muitos preferem comprar o mais caro, para usufruir totalmente do sistema sem engasgo. Outros querem para “Acessar o Facebook”, mandar SMS, entrar no Skype, e funções mais básicas. Mas será que estes aparelhos de baixo custo realmente são bons. É o que a Motorola quer mostrar com o Moto G.

O aparelho é o irmão de baixo custo do Moto X, smartphone recém-lançado em parceria com o Google. Afinal, foi ele quem comprou a Motorola então nada mais justo do que lançar aparelhos com seu aval. A ideia era lançar um smartphone com peças mais básicas com um preço menor. E parece que conseguiu.

Para se ter uma idéia, por menos de R$ 700, você leva para sua casa um smartphone com 1 GB de RAM, processador Quad-Core, câmeras frontal e traseira e uma tela com alta resolução. Estas são apenas algumas das características do potente smartphone, que, além disso, tem dual-chip. Isso é bom para quem tem empresas e precisa de duas linhas no celular. Aliás, aparelhos com essa tecnologia vendem muito bem no Brasil e na China, por isto os dual-chips são muito bem difundidos aqui no nosso país.

Vale ressaltar que a Motorola fez até lançamento mundial aqui nas terras tupiniquins para apresentar o produto, tanto à imprensa quanto aos consumidores. Para quem comprar o aparelho ainda leva quatro capinhas, aumentando ainda mais a preferência do brasileiro, que gosta de personalizar seu aparelho. O modelo ainda terá atualização para o novo Android 4.4.

Parabéns a Motorola que conseguiu em um único aparelho de baixo custo, trazer rapidez, otimização e qualidade. 

Por Leandro de Souza

Motorola Moto G

Foto: Divulgação


Moto XOs preços dos celulares no Brasil ainda estão um pouco acima do desejado pelos consumidores, principalmente quando se trata dos smartphones de última geração.

Pensando nisso, a Motorola baixou o preço do Moto X que foi lançado em 2012 em parceria com o Google, dispositivo que passou a ser vendido no início de setembro. O valor foi de R$ 1.799 para R$ 1.499 na loja online da marca. Algumas lojas do varejo já estão seguindo a mudança.

A fabricação do lançamento aconteceu após a compra do Google em agosto de 2011. Este é o primeiro smartphone 100% da empresa mundial.

A Motorola, comprada por US$ 12,5 bilhões, alterou alguns detalhes do aparelho. Mas, ele chega com sistema Android 4.2 (Jelly Bean), com tela de 4,7 polegadas e resolução de 1.280 x 720 pixels. O novo celular ainda conta com processador 1.7 GHz, 2GB de RAM, 16 GB de espaço interno, câmera traseira de 10 megapixels e frontal de 2MP (ambas gravam em Full HD), bateria de 2.200mAh, NFC, Bluetooth 4.0 e suporte para rede 4G.

Além disso, o Moto X vem com um recurso chamado Moto Maker, que permite sua customização na hora da compra. Mas, essa novidade ainda não está disponível aqui no Brasil.

Por Jaime Pargan


Moto XO primeiro fruto da união entre o Google e a Motorola já foi revelado, o Moto X, que foi oficialmente apresentado na última quinta-feira, dia 1º de agosto. Ele será comercializado em solo norte-americano neste mês e a previsão é que ele desembarque aqui na América do Sul só em setembro.

As configurações são bastante sólidas. Ele virá com um processador de 1,7 GHz (Snapdragon S4 Pro) com o auxílio de uma ótima placa gráfica e 2GB de memória RAM para processamento. A tela será de alta resolução com 4,7 polegadas AMOLED e uma bateria de 2.200 mAh. A câmera frontal será de 2 megapixels e a traseira virá com 10 megapixels, além de suporte 3G, 4G, Bluetooth 4.0, Wi-Fi, GPS, NFC e USB 2.0.

O Moto X oferecerá opções de cores e customização em centenas de combinações ao gosto do usuário. O sistema operacional será o Android 4.2.2 mas a tendência é que não demore até as atualizações para novas versões apareçam. 

Nos EUA o aparelho será vendido inicialmente pela AT&T e custará a partir de US$ 199, mas esse valor pode variar de acordo com o plano de dados escolhido.

Por Bruno Hardt


Parece que agora sim o Motorola X será lançado no mercado.

Alvo de muitos comentários e de curiosidade, tanto dos consumidores, quanto de jornalistas, o aparelho será lançado pela empresa em um evento que será realizado dia 11 de Julho, nos Estados Unidos.

Desde janeiro, haviam rumores de que a Google usaría a Motorola para lançar o Google X, estes foram desmentidos, porém o ambiente de mistério continuou pairando sobre a fabricação de um dispositivo que ocuparia a dianteira chegando a ser top de linha da Google. A Google se afastou da produção do novo X e deixou por conta da Motorola sua produção.

Alguns detalhes foram previamente anunciados de forma não oficial como a tela de 720p, sistema operativo Android 5.0. Logo vieram outras informações acerca das características do modelo como câmera de 10 megapixels, chip Intel Atom Bay , processador dual-core Snapdragon de 1,7 Ghz traseira em Kevlar

Ainda que as informações permaneçam desencontradas, especula-se que ele venha para o mercado com o intuito de competir com o Galaxy S3 e não com os melhores smartphones do mercado como iPhone 5 e Galaxy S4.

Por Melina Menezes.


O Brasil terá o primeiro smartphone 4G lançado. Trata-se do Motorola RAZR HD, o novo modelo de celular da Motorola que promete revolucionar o seu modo de se comunicar, seja por meio de ligações, compartilhamentos na internet e armazenamento de dados.

A Motorola afirma que seu novo smartphone está preparado para o futuro e essa afirmação se relaciona não apenas pelas comodidades do 4G, como também, pelo design futurista marcado por uma tela de alta definição de 4.7 polegadas, a qual dá uma melhor visibilidade para as leituras nas páginas web.

Por ser 4G, o Motorola RAZR HD permite muita agilidade na navegação pela internet, permitindo agilidade para se ver aquele vídeo, ouvir suas músicas favoritas, baixar livros, games, acessar todas as redes sociais e muitos outros aplicativos que tornam o celular ainda mais interessante.

O 4G do Motorola RAZR HD ainda permite que sejam enviados contatos, mapas, links e muito mais para telefones compatíveis através do recurso Android Beam. Para isso, basta segurar os telefones ao mesmo tempo e tocar na tela.

Toda esta marca da tecnologia está à venda pelo preço médio entre R$ 1.000,00 e R$ 1.900,00, ficando ao seu critério escolher qual a operadora de telefonia que vai lhe das assistência com o seu Motorola RAZR HD.

Motorola Razr HD

Por Michelle de Oliveira


No início desta semana, a Motorola Mobility e a TIM anunciaram que o Defy Pro estará disponível na rede de lojas da operadora de telefonia a partir da semana que vem. A linha Defy, que já é conhecida, ganhará um novo integrante a sua família, que possui tela touchscreen e teclado QWERTY físico.

O novo Defy Pro conta com tela de 2.7 polegadas, rede de comunicação privada (muito utilizada em empresas) e suporte para correio eletrônico. Além disso, o aparelho é capaz de organizar os aplicativos e os contatos conforme a frequência de uso, além de possuir painéis especiais que mostram a localização do usuário, a previsão do tempo, as calorias perdidas em um exercício físico e o número de passos dados pelo usuário.

Em questão de configurações mais específicas, o novo Defy possui conexão Wi-Fi, câmera traseira de 5 MP com flash integrado e autofoco, câmera frontal VGA para videoconferência, GPS, conectividade DLNA, Bluetooth, além de cartão de memória com 2 GB (expansível até 32 GB).

De acordo com a assessoria de imprensa da TIM, o preço de venda do novo Defy Pro será de R$ 819.

Por Guilherme Marcon


O Motorola Fire promete o acesso a 200 mil aplicativos do Android Market, possibilita a adição de widgets de notícias no visor inicial e já conta com atalhos para aplicativos, E-mail, Músicas, entre outros. Além disso, este smartphone já permite a atualização das mensagens e das redes sociais em tempo real, mediante o uso do Google Talk, Messenger, Yahoo! e MSN Messenger.

De acordo com o perfil de utilização, é possível a criação de múltiplas telas.

O aparelho possui ainda teclado QWERTY (que facilita a digitação de mensagens), display touchscreen e sensor de proximidade.

Graças ao Sistema Operacional Android 2.3, o Motorola Fire revela ainda mais potência, velocidade e capacidade para personalização.

O smartphone suporta as tecnologias Wi-Fi e 3G. Além disso, ele possui GPS, MP3 Player, Rádio FM e Câmera de 3MP para fazer vídeos e fotos.

Confira mais informações no vídeo:


Finalmente o Motorola Atrix chegou ao Brasil. O aparelho, que chega para fazer frente ao iPhone 4 parece que realmente cumpre o que promete.

O aparelho possui tela Gorila Glass de 4 polegadas e resolução de 540×960 pixels, 16GB de Memória Interna, 1GB de memória RAM, processador Dual-Core de 1GHz, câmera de 5MP com Flash LED, Wi-Fi, BLuetooth, entrada HDMI e sistema operacional Android 2.2 (Froyo).

Com relação a bateria, temos uma duração de quase 400 horas em Stand-by e 9 horas em conversação.

Alguns acessórios bacanas que vem com o aparelho são: Carregador Veicular, Fonte de Energia (como os computadores), Cabo HDMI e um Dock especial para o aparelho com controle remoto.

 


Mais um smartphone da Motorola acaba de chegar ao Brasil. Anunciado há algumas semanas, o Milestone 2 desembarca trazendo ótimos recursos em sua bagagem. Mas antes de falar neles, algumas palavras sobre o preço. O Milestone 2 custará 1392 reais tanto no pré como no pós exclusivamente pela TIM.

O valor ainda poderá ser parcelado em 12 vezes no cartão de crédito, caso o cliente opte pelo plano pós, e em 3 vezes, caso queira o aparelho no pré. A primeira opção dá direito à aproveitar a promoção TIM Liberty Web, com seis meses de internet grátis. Já a segunda opção permite o acesso à internet por 50 centavos por dia.

O smartphone Milestone 2, evolução do Milestone, roda o Android 2.2, tem chip de 1 Ghz, teclado QWERT, 8GB de memória interna, Wi-Fi, GPS e filma em alta definição.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Gizmodo


Cada vez mais o consumo de Smartphones no País cresce, e a classe média vem sendo um dos principais consumidores deste produto. Assim, os fabricantes atentos, estão pouco a pouco investindo em modelos que contenham mais funções, vendidos por um preço razoável. Vem se tornando muito popular os pacotes de dados oferecidos pelas operadoras aqui no Brasil, inclusive para aqueles que são usuários dos serviços pré-pagos.

Em novembro, a Motorola lancará três smartphones com plataforma operacional Android. Grande parte dos fabricantes está visando o Natal, como a data festiva especial para o novo boom referente à venda do smartphones para a classe C.

Por Carla Caldeira


O novo smartphone da Motorola, o FlipOut foi lançado oficialmente. Com um design diferente, quadrado, ao invés do tradicional formato barra de chocolate, esse smartphone é o primeiro aparelho a ser lançado com o Android 2.1.

Ele tem boas características, e utiliza a nova versão do Motoblur, que facilita o acesso à redes sociais como Facebook e Twitter.

O FllipOut deve chegar às lojas daqui alguns dias e, ao contrário de outros modelos lançados pela Motorola, não tem contrato de exclusividade com nenhuma operadora, devendo ser vendido desbloqueado. No entanto, o preço anunciado de 999 reais decepciona um pouco quem esperava um preço menor que o do Quench.

A expectativa é que as operadoras ofereçam o smartphone em planos pós. Nesse caso, o preço pode ser bem mais baixo e pode fazer dele um dos smartphones mais baratos do mercado brasileiro.

Por Maximiliano da Rosa


O Motorola Quench chegou à TIM e é o modelo com Android mais barato até então. Por R$899, desbloqueado e no plano pré-pago, quem sonha em ter um smartphone agora está mais perto de realizar a vontade.

Além do preço atrativo para um celular com os recursos do Quench, ele se dá bem no quesito ferramentas e configurações. Ele sai da caixa com 3G, Wi-Fi, câmera de 5 megapixels, GPS e a versão 1.5 do Android .

O consumidor pode optar por um plano pós-pago com pacote de dados para desfrutar da conexão 3G.A TIM oferece planos a partir de R$90. É claro que o preço, apesar de ser considerado baixo, ainda está longe de ser acessível, mas quem não pode ter um iPhone, Nexus One ou semelhantes, o Quench dá conta do serviço.

Fonte: Gizmodo Brasil

Por Camila Porto de Camargo


A Motorola investiu no conceito que pode oferecer um aparelho bonito, moderno e simples por preços pequenos. Este é o caso do Motorola W403.

É um aparelho Dual-Band e ainda oferece itens que mostram a tecnologia de ponta usada na sua concepção, como o Crystal Talk, sistema exclusivo da Motorola que garante qualidade de áudio única nas conversas, mesmo em ambientes externos e com ruídos.

Ainda possui toques MP3, Bluetooth 1.2, tocador de MP3, conversor de moedas, Câmera fotográfica digital integrada VGA e ainda suporta cartão de memória de até 2 GB.

Custa apenas R$ 179,00 e ainda é possível parcelar em até 10 vezes de R$ 17,90 (valor somente para compra pelo site da Vivo).

Conheça mais o aparelho direto no site da Vivo (www.vivo.com.br).

Por José Alberi Fortes Junior.


Não contente com apenas uma tela, a Motorola resolveu usar duas. O Motorola Backflip permite que o dono vire a tela ao contrário, ou seja, na parte da frente há uma tela touchscreen e atrás dela há comandos para o tocador de música ou player de vídeo.

O celular sai de fábrica com Android 1.5, teclado QWERTY físico, tela de 3,1 polegadas HVGA, câmera de 5 megapixels com flash, GPS, Bluetooth, 3G e Wi-Fi. A maior novidade é de longe a função Backtrack.

Segundo o site Google Discovery, essa tecnologia proporciona mais agilidade na hora da navegação, já que contempla um painel sensível ao na parte de trás do celular que permite acessar várias funções sem apelar para a tela ou teclado.

A novidade vai pintar aqui com exclusividade na Vivo e será vendido por R$449 no plano Vivo Você.

Por Camila Porto de Camargo





CONTINUE NAVEGANDO: