Após o lançamento do Apple Watch, a empresa Pebble registrou uma alta nas vendas de seus smartwatches.

Após o lançamento do Apple Watch era esperado que a venda de relógios similares ao da marca Apple caísse drasticamente. Porém, o efeito foi bem contrário às expectativas do mercado. Após o lançamento do relógio inteligente da marca americana, a situação que se apresentou foi a de crescimento de vendas também de outros modelos de smartwatch oriundos de empresas concorrentes do mercado.

Um desses exemplos é o do relógio inteligente da marca Pebble. O relógio foi batizado com o mesmo nome da startup criadora do produto. Ele é um smartwatch muito funcional, e de simples utilização. Esses dois fatores ajudaram muito a impulsionar as vendas do relógio no mercado.

Eric Migicovski, CEO da Pebble, pontua o que para ele é o motivo das vendas da companhia terem subido tanto no ano de 2015, após o lançamento do Apple Watch. A marca da maçã trouxe o mercado de smartwatches para os olhos do público em geral, fazendo assim com que a procura pelo produto subisse muito, impulsionando não somente as vendas da Apple, como também, as vendas de empresas concorrentes.

Migicovski ainda afirma que, neste ano de 2015 as vendas dobraram com relação ao ano anterior.

Com esse aumento da procura pelo relógio, e consequente aumento de vendas, a Pebble já lançou a sua nova geração de smartwatches, estando o modelo à venda através do site da companhia. A nova geração traz melhoramentos no sistema operacional do produto, tornando-o compatível com os sistemas iOS e Android, e também novas opções de cores.

A companhia lançou o Pebble no ano de 2012, e no período desses quase três anos, mais de um milhão de relógios já foram comercializados pela companhia.

É bem verdade que o relógio Apple Watch supera na maioria dos quesitos todos os concorrentes do setor. Então, o que pode ser o maior motivo para o público adquirir um modelo da Pebble ao invés de um modelo da Apple, pode ser a diferença de preço. Enquanto os smartwatches da Apple custam aproximadamente R$ 3 mil, os relógios da Pebble saem por três vezes menos.

Por Igor Furraer

Relógios inteligentes da Pebble

Foto: Divulgação


E os consumidores brasileiros poderão contar com o Moto 360 já neste mês de novembro, pois a Motorola já confirmou a venda do smartwatch que chegará às lojas brasileiras no dia 5 de novembro, se não houver atrasos!

O preço sugerido é de R$ 899,00, mas é bom pesquisar bastante, principalmente no dia do lançamento, pois algumas empresas poderão querer vender o Moto 360 por um preço mais caro.

O Moto 360 foi lançado nos Estados Unidos no início do mês de setembro e tem feito grande sucesso por lá, sendo que em várias lojas o produto ficou esgotado rapidamente! O Moto 360 roda o Android Wear e é compatível com diversos smartphones que rodam o sistema operacional Android.

Apesar do Moto 360 estar chegando ao mercado agora, desde março deste ano que a novidade vem sendo anunciada e pessoas do mundo inteiro passaram a esperar ansiosos o lançamento deste aparelho que une os antigos relógios a um software poderoso.

A Motorola classificou o seu lançamento como a "reinvenção do clássico" e também como "uma incrível peça da tecnologia". A empresa ainda anunciou que o Moto 360 chega ao mercado para revolucionar!
Apesar de tantos elogios e um pesado marketing para promover o produto, o Moto 360 não se difere muito de outros lançamentos como o LG G Watch e também o Gear Live. Se for comparado com estes modelos, pode-se até dizer que o Moto 360 é inferior em alguns quesitos.

O Moto G tem muitos problemas que certamente frustrarão o usuário, por exemplo, sua bateria não chega a durar nem 24 horas, ele é muito grosso, o material da pulseira aparenta ser de qualidade inferior, o software apresenta falhas e o pior, não disponibiliza conectividade Wi-Fi e nem NFC! Mas nem tudo está perdido, o Moto 360 tem pontos positivos, entre eles o fato de ser em metal, garantindo maior resistência, o carregamento é feito sem o uso de fio, é resistente à água, conta com sensor de iluminação ambiente, além de sensor de monitoramento cardíaco.

Apesar de ser um lançamento tão aguardado, é bom verificar bem as funções do Moto 360 para ver se você realmente está precisando de um deste.

Moto 360

Moto 360

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: