A tecnologia chamada Waldio permitirá que as baterias durem até 40% a mais que as atuais e que a performance dos smartphones aumente em até 20 vezes.

Os smartphones evoluíram muito e não param de trazer novidades para os usuários. A cada novo lançamento, contamos com novas tecnologias que nos trazem recursos que antes nem imaginaríamos ser possível, mas apesar de tantos avanços em relação aos aparelhos, as baterias infelizmente não conseguiram acompanhar toda esta evolução e hoje são um dos principais motivos de reclamação por parte de quem usa smartphone, pois elas oferecem uma duração muito curta.

Mas uma nova tecnologia promete acabar com este problema, ou pelo menos amenizá-lo, pois as baterias poderão durar até 40% a mais do que duram atualmente. Esta nova tecnologia está sendo chamada de "Waldio" e a intenção é fazer com que a performance dos smartphones aumente em até 20 vezes, além de garantir uma redução no consumo da bateria em até 40%.

A descoberta foi feita por pesquisadores da Universidade Hanyang, Coreia do Sul e a solução encontrada é relativamente simples, pois de acordo com as explicações dos próprios criadores da Waldio, o smartphone perde eficiência à medida que os componentes vão se desgastando, devido ao uso diário, mas se for possível reduzir o tempo de desgaste destas peças então seria possível aumentar o tempo de duração destes aparelhos.

Um dos componentes que mais sofre desgaste em um smartphone é a memória, pois ela é composta de unidades flash e está o tempo todo recebendo novos dados e apagando dados antigos. E é este constante ato de gravar, acessar e apagar dados que faz com que a memória sofra um desgaste muito mais rápido. A Waldio é uma tecnologia que modifica a forma do sistema operacional acessar as informações, reduzindo o número de vezes em que é gravado, acessado e excluído dados da memória.

De acordo com os pesquisadores sul-coreanos, garantindo uma vida mais longa para estes e outros componentes, além de garantir uma duração maior para o smartphone, iria garantir também uma duração maior para a bateria que teria o seu consumo reduzido e até a performance do aparelho iria melhorar consideravelmente.

O problema é que não foi informado se esta tecnologia seria compatível com os atuais sistemas, mas os testes continuam e já é uma boa notícia para quem está sempre precisando recarregar o smartphone para não ficar sem bateria durante uma importante tarefa.

Por Russel

Bateria de smartphones


Pesquisadores estão desenvolvendo uma tecnologia que faz com que a tela dos smartphones se regenere sozinha, mas apenas se sofrer pequenos arranhões.

Uma das maiores preocupações entre os usuários de smartphones é com a tela do aparelho que, da mesma forma que é sensível ao toque, também é sensível a quedas e basta um simples descuido para a tela apresentar arranhões ou se o aparelho cair, a tela poderá sofrer uma avaria bem maior e o conserto não vai ser nada barato.

Mas imagine se fosse possível, ver a tela do seu smartphone se recuperando sozinho, após um dano como estes citados, sem você ter que fazer absolutamente nada, como se fosse em um filme do futuro.
Mas esta tecnologia está sendo desenvolvida na Inglaterra, mais precisamente na Universidade de Bristol, onde os pesquisadores estão pertos de oferecer ao mundo um celular cuja a tela se regenera sozinha, após ser danificada, mas claro, por enquanto a tecnologia funciona somente com pequenos arranhões.

Para conseguirem fazer com que a tela do celular se recuperasse de um arranhão, os pesquisadores conseguiram desenvolver uma tecnologia utilizando microesferas que por sua vez sã carregas através de um agente químico que é baseado no carbono. Desta forma, sempre que a tela do aparelho sobre algum dano mais leve, automaticamente é liberado pelo próprio aparelho o líquido que vai resolver o problema, preenchendo as fissuras e deixando a tela como nova. E dificilmente alguém vai perceber alguma coisa, porque este líquido quando endurece fica invisível, garantindo um ótimo acabamento final ao conserto da tela do celular.

Esta tecnologia, na verdade, foi desenvolvida para a indústria de aviação, mas com a popularização do smartphone e como estes aparelhos passaram a fazer parte do dia a dia de milhões de pessoas e claro que, estando o tempo todo disponíveis, estes aparelhos correm muito mais o risco de terem suas telas arranhadas, viu-se aí um ótimo nicho para investir. Bastou mais algum tempo de pesquisa para que muito em breve os usuários mais descuidados finalmente possam contar com este importante aliado, que vai salvar a tela do aparelho quando esta sofrer algum pequeno risco.

O maior problema no momento, é que os pesquisadores precisam que uma grande empresa invista nesta tecnologia, para que ela pudesse se tornar viável aos usuários finais, que são os verdadeiros interessados no invento.

Por Russel

Regeneração da tela de smartphones

Foto: Divulgação


Se for para fazer uma retrospectiva de aparelhos celulares da última década, lembramos do nosso  primeiro modelo adquirido no final dos anos 90 e se compararmos ao atual modelo que se encontra cada vez mais próximo, veremos que a diferença ultrapassa o velho teclado macio e a tela touch que nos permite inúmeras opções em um toque.

Hoje a tecnologia nos deixa mais próximos dos nossos importantes contatos sejam eles virtuais ou não, e a agilidade ganha cada vez mais o destaque que exige que a modernização dos aparelhos não pare de crescer.  

O que será que o mercado reserva para os novos modelos de smartphones para o ano de 2014? Na CES 2014 houve alguns modelos "superatuais" que cogitaram o evento e prometem popularização mundial. Muitas novidades também devem chegar para acompanhar o mercado atual e umas das novidades que podemos esperar são: 

Telas curvas:

As telas curvas vão ganhar destaque com o design diferenciado que promete quebrar paradigmas, como já vimos em matérias anteriores. A LG já lançou o G Flex que também foi classificado na categoria tablet. O aparelho é produzido em plástico resistente e tem a tecnologia P-OLED. O display possui 6 polegadas, o que pode reforçar a sugestiva para a categoria tablet;

Display 2K:

Ainda é uma especulação, mas ao que tudo indica, a tecnologia 2K também está entre umas das novidades mais esperadas para 2014 em relação aos smartphones;

– Processadores de 64 bits:

A tecnologia é ideal para garantir a qualidade da tecnologia de imagem 2K (ou 4K). O upgrade deverá vir, contudo, este ano e atingir a grande maioria dos dispositivos.

São também cogitadas melhorias da memória RAM de armazenamento, baterias, evolução dos sistemas (exemplo iOS para o iPhone 6), assim como melhores resoluções para as fotos com câmeras cada vez mais potentes que vão garantir que  as fotos tenham proximidade maior com as de nível profissional e que recebam cada vez mais tratamentos especiais nos próprios dispositivos. 

Por Luciana Ávila

Smartphone com tela curva

Foto: Divulgação


Começo de ano chegando e os geeks e admiradores de tecnologia começam a se movimentar para acompanhar mais uma edição da CES. Neste ano, mais uma vez as novidades animam quem gosta de coisa nova.

Para quem não conhece, a CES é a maior feira tecnológica do mundo. É lá que grande parte das maiores indústrias apresenta o seu portfólio de novidades para o público em geral já se habituar aos novos paradigmas.

Las Vegas, terra da feira, promete ter muitas novidades. Uma delas, é a Smart TV da LG rodando webOS, sistema baseado em Linux. Isto significa que podemos ter apps muito melhores e mais intuitivos. Ou seja, muitos apps que você usa no smartphone ou tablet poderão ser portados para a plataforma.

Poderemos ver muito mais ultrabooks na CES. Alguns equipados com Windows 8, a nova sensação no momento para os equipamentos. Outros que podem dar as caras são os chromebooks, os notebooks projetados com o sistema operacional da Google. Aqui no país, há apenas um modelo deste tipo e ele custa muito mais do que um notebook convencional e as vezes até com touchscreen.

Por falar em touchscreen, os híbridos (que são uma união de tablets com notebooks) têm mais força a cada mês que passa. São modelos de várias fabricantes com diversas configurações, cada vez mais leves e versáteis para o consumidor. Na CES, provavelmente as fabricantes devem apostar cada vez mais nesse brinquedinho, tão desejado por muitos.

Outros modelos que podem aparecer são smartphones novos. Android e Windows Phone disputam um lugar na preferência da galera. Mas outros sistemas nasceram como é o caso do Firefox OS, que pode dar as caras na feira.

Apostas, Rumores? Só saberemos no dia da feira!

Por Leandro de Souza


A Toshiba mantêm a sua constante busca por produtos inovadores e com maior qualidade, sendo que a novidade do momento é um novo módulo para câmera digital.

Segundo a companhia, este módulo possui uma organização que possui até 50 mil pequenas lentes que pode ser usados em smartphones e tablets.

A grande diferença deste módulo é que ele permite que as imagens sejam capturadas de modo que sua perspectiva seja ajustada de acordo com vontade do usuário após a confecção da foto.

Ou seja, com esta nova tecnologia será possível mudar o foco e perspectiva de uma foto já tirada de acordo com a vontade do proprietário.

Um mecanismo parecido já está presente na câmera Lytro que foi a primeira do mercado a usar este recurso conhecido como “captura de campo luminoso” e agora terá uma grande concorrente neste mercado pouco explorado.

De acordo com Atsushi Ido, porta-voz da Toshiba, este mecanismo para câmeras digitais irá funcionar como os olhos em mosaico de alguns insetos e que as alterações para captura de imagem serão feitas pelo hardware do próprio módulo criado.

Esta novidade da Toshiba vai estar presente no mercado para venda a partir de março de 2014.

Por Ana Camila Neves Morais


Mais um produto inovador da Apple estará em pouco tempo no mercado mundial e desta vez a nova tecnologia consiste em um relógio inteligente.

Este aparelho, que está sendo desenvolvido pela Apple em parceria com a Intel, consiste em um relógio de pulso com tela OLED de 1,5 polegada que permite a conexão com dispositivos baseados no sistema operacional iOS como iPod´s e iPhone´s.

Além disse, são feitas especulações na internet sobre a possibilidade deste relógio ser equipado com o recurso Siri que permitiria ao usuário atender ligações de um iPhone sem tira-lo do bolso.

O relógio inteligente da Apple deve ser lançado até julho de 2013 e terá como grandes concorrentes neste mercado pouco explorado o Pebble da Kickstarter e o SmartWatch da Sony.

Por Ana Camila Neves Morais


Os tablets estão circulando em quantidade cada vez maior nas ruas do Brasil e por isso a empresa de consultoria IDC realizou uma pesquisa para analisar as características deste mercado promissor.

Segundo o estudo, no Brasil a venda deste tipo de dispositivo móvel cresceu cerca de 127% no terceiro trimestre de 2012 com 769 mil unidades sendo vendidas em todo o território nacional.

Ao considerar as características dos aparelhos comercializados aproximadamente 46% dos tablets possuem o sistema operacional Android – que está presente em aparelhos de diferentes fabricantes – e apresentam valores médios de R$500,00.

Para o ano de 2013, a consultoria espera a venda de 5,4 milhões de tablets no Brasil que já é o décimo maior mercado do mundo em tablets.

Por Ana Camila Neves Morais


A maior feira de eletrônicos e tecnologia – CES 2013 – irá acontecer em janeiro de 2013 nos Estados Unidos e a ZTE antecipou uma de suas novidades: o ZTE Grand Era LTE.

O anúncio foi feito na cidade de Hong Kong e é o primeiro aparelho da empresa que possibilita o uso combinado das tecnologias FD (Divisão de Freqüência) e TD (Divisão de Tempo) na rede LTE para conexão 4G em smartphones.

Além disso, o ZTE Grand Era LTE possui uma tela diagonal de 4,5 polegadas, processador dual-core de 1,5 GHz, presença de Gorilla Glass que evita arranhões no aparelho, sistema operacional Android 4.0 Ice Cream Sandwich e câmera com resolução de 8 megapixels.

Maiores detalhes sobre o aparelho bem como seus preços e data de lançamento devem ser informados durante a feira CES 2013.

Por Ana Camila Neves Morais


Entre os dias 28 de janeiro e 03 de fevereiro irá acontecer na cidade de São Paulo a Campus Party Brasil que consiste no maior evento de tecnologia e cultura digital de todo o mundo.

Nesta próxima edição, a Campus Party terá uma atração inédita já que irá ter um espaço reservado para inovações artísticas.

Todas estas novidades estarão disponíveis no Palco Michelangelo que irá mostrar todos os tipos de design tecnológicos voltados para as artes além de permitir debates sobre o assunto durante o evento.

Dentre as possibilidades estão oficinas de mangá e trabalhos com vinhetas de televisão e colorização digital.

Além disso, estarão sendo feitas palestras sobre o uso de aparelhos móveis, canais de vídeo, Vlogs e educação inovadora para o século XXI.

Para quem deseja mais informações sobre as atividades do evento e a forma de participação basta acessar o site  www.campus-party.com.br.

Por Ana Camila Neves Morais





CONTINUE NAVEGANDO: