Uma boa notícia para quem comprou um celular com defeito: o Ministério da Justiça passou a considerar o celular como um bem essencial, e determinou que em caso de defeito, a troca por um novo deva ser imediata. Ou seja, nada de esperar 30 dias por uma solução da Assistência técnica.

A medida vale tanto para defeitos de fabricação como para vícios adquiridos por causa acondicionamento incorreto da loja. Além disso, o consumidor também pode optar por ter o valor abatido na troca por outro produto, ou receber o dinheiro de volta, com o valor atualizado.

Atualmente o número de aparelhos ativos no país já passa da casa de 184 milhões.

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: