Modelo apresenta diversas novidades, entre elas destaca-se o fato dele ser à prova d?água.

Não há como negarmos que o smartphone da Motorola, Moto G, é realmente um sucesso de venda e de aceitabilidade no mercado nacional. A fim de continuar com esse sucesso, agora a mais nova aposta da fabricante está em torno do aparelho Moto G 3ª geração.

Apesar de ser um modelo intermediário da marca, o Moto G 3ª geração se tornou também um sucesso devido ao fato de seu preço estar dentro da realidade financeira de grande parte dos consumidores brasileiros.

Dentre as novidades trazidas por essa nova geração estão a parte traseira que nessa versão contém uma parte metálica ao redor da câmera, há também a presença de uma borda de metal que envolve o aparelho por completo. O material que foi utilizado para compor o corpo dessa versão do Moto G foi modificado, sendo que o material escolhido foi um plástico que possui uma texturização, a qual tem a finalidade de dar uma maior segurança na pegada dos usuários.

Para aqueles que gostam de telefones com dimensões maiores, essa 3ª geração do Moto G acabou ganhando alguns poucos milímetros haja vista que o aparelho ficou com as seguintes dimensões: altura de 142,1 mm, largura de 72,4 mm e uma espessura curva que contém uma variação entre 6,1 mm e 11,6 mm.

Os interessados em adquiri-lo irão encontrar nas lojas nas cores branca ou preta, contudo no interior de sua caixa, o aparelho vem de fábrica com outras duas opções de capinhas coloridas.

Outro grande atrativo que essa versão do Moto G traz é o fato dele ser à prova d’água, sendo que o aparelho pode ser submergido em uma profundidade de até 1 metro pelo período máximo de aproximadamente 30 minutos, porém convém ressaltar que não é possível fazer a utilização das funções do aparelho enquanto ele está submerso.

Este novo Moto G conta com uma câmera traseira que tem a presença de duplo flash e 13 megapixels e a frontal de 5 megapixels. Com relação às demais configurações do aparelho, o processador utilizado foi um quad-core de 1,4 Ghz, 2 GB de memória RAM e capacidade de armazenamento com versões de 16GB e 8 GB, a qual pode ser expandida por meio da utilização de cartão microSD.

O aparelho pode ser adquirido pelos consumidores nas lojas por uma variação de preços entre R$ 849 até R$ 979, de acordo com a versão que for escolhida. Logo, para quem procura um bom smartphone e com o valor mais acessível o Moto G 3ª geração é uma excelente opção.

Por Adriano Oliveira

Moto G 3

Foto: Divulgação


Motorola lança Novo Moto E com melhorias na tela e conexão 4G. Confira o preço e as novidades do aparelho.

A segunda geração do Moto E é recebida com alterações importantes para o aparelho de entrada da Motorola. Display otimizado, conexão 4G e câmera frontal são algumas das configurações em que o dispositivo passa a ser de bom agrado para as pessoas que desejam fazer parte do mundo dos smartphones.

Embora as otimizações, trata-se de um dispositivo para as pessoas que não buscam sofisticação. Três motivos disso são a espessura do aparelho (que possui 1,23 cm, bem maior em relação aos dispositivos mais atuais), o acabamento em plástico emborrachado (sendo que outros possuem especificações em metal) e a câmera traseira com a ausência de flash.

O dispositivo é comercializado em três versões, sendo um apenas com 3G e 8 GB de armazenamento (com valor de R$ 569), outro com 4G e 16GB de armazenamento (com preço de R$ 699) e outro com 4G, 16 GB de armazenamento e TV Digital (com valor de R$ 729).

O Novo Moto E permanece possuindo uma pegada qualificada devido o corpo emborrachado. Ele possui processador quad-core (de quatro núcleos) de 1,2 GHz, 1 GB de memória RAM e capacidade com limitação. O display é de 4,5 polegadas e a otimização na sensibilidade da tela é verificável, onde na versão antecedente ele possuía pequenas “emperradas” na transição de visores, como exemplo.

Na divulgação do aparelho, a Motorola afirmou que estava escutando o feedback dos usuários e devido a isso inseriu uma câmera para selfie no dispositivo. A ausência da funcionalidade pode ter sido um dos motivos onde não são verificados tantos Motos E como Motos G, que possuem câmera frontal a partir da primeira versão. A câmera traseira, por sua vez, é atrativa para fotos em locais com boa iluminação.

A funcionalidade de TV digital permanece idêntica da versão antecedente, onde é preciso inserir um “rabicho” no local de fone de ouvido para que ela esteja em funcionamento.

Sobre o Moto E:

A Motorola lançou o Moto E em maio do ano passado. O smartphone chegou ao mercado logo após o lançamento do Moto G, porém, não fez tanto sucesso quanto o seu irmão. Inicialmente a Motorola lançou o aparelho nos Estados Unidos e na Índia. Por falar na Índia, foi lá que o aparelho mais se destacou, chegando a se aproximar da quantidade de Motos G vendidos no país. O Moto E foi criado pela Motorola no intuito de oferecer aos consumidores um aparelho intermediário, que proporcionasse uma ótima qualidade aliada a um bom preço. Para conhecer um pouco mais sobre o aparelho, acesse o site www.motorola.com.br.

Felipe Couto de Oliveira





CONTINUE NAVEGANDO: