Após ter comprado a Nokia, esperava-se que a Microsoft, gigante de mercado, fosse desbancar as concorrentes com os seus novos lançamentos em visto de sua aquisição. Mas ao que parece a companhia resolveu trabalhar com calma e preferiu não se arriscar em nenhum movimento brusco.…



CONTINUE NAVEGANDO: