Modelo conta com um visual mais clean e moderno, entre outras características superinteressantes.

Nos últimos anos, as empresas japonesas entraram de vez no mercado mobile. Pois, até então, este setor era dominado por organizações europeias ou americanas. E uma das companhias asiáticas que vem conquistando o seu espaço e preferência do público é a ZTE. Com aparelhos de alta qualidade, a empresa fez o seu grande último lançamento durante o MWC 2018 (Mobile World Congress) que aconteceu na Espanha, mais precisamente na cidade de Barcelona. O anúncio da empresa era referente ao ZTE V9 Blade. Conheça agora um pouco mais sobre este smartphone.

Informações sobre sistema operacional do ZTE V9 Blade

Muitas pessoas têm receios de comprar aparelhos fabricados em países asiáticos, pois acham que os softwares usados não serão compatíveis ou os mesmos usados por aparelhos de marcas mais tradicionais. Se a sua dúvida é quanto a isso pode ficar despreocupado, pois o ZTE V9 Blade usa o Android como sistema operacional. Com isso, você vai ter acesso a todas as facilidades que este programa oferece.

E uma novidade em relação ao Android instalado neste aparelho é que ele é a versão Oreo. Que é a versão mais nova do sistema. Esta versão conta com muitos recursos, como a possibilidade de usar diferentes aplicativos ao mesmo tempo sem precisar minimizar, dentre outros recursos bem interessantes.

Design do V9 Blade

Se você procura por um celular que segue as tendências mundiais do mercado mobile em relação ao design, então você vai gostar e muito da aparência do V9 Blade. Pois, ele conta com um visual mais clean e moderno. Ele tem as extremidades mais curvadas, não tem botões na parte frontal, os únicos botões se encontram na lateral do aparelho, que são os de volume e para travar o celular. Este modelo lembra a aparência do iPhone, sobretudo, os modelos da Apple sem o botão home.

O ZTE V9 Blade tem uma tela de 5.7 polegadas. Tudo que é apresentado na tela é reproduzido em Full HD+. Sua espessura é de 7,5 milímetros. Além disso, este modelo é mais comprido quando se comparado a outros celulares disponíveis no mercado. Devido a sua apresentação ao mundo ter sido muito recente, as primeiras fotografias que se tem do aparelho só mostra ele fabricado na cor preta. A expectativa é que a ZTE tenha este modelo em outras cores.

Sistema fotográfico conta com novidades

Nos dias atuais falar que um celular apresenta duas câmeras não é mais nenhuma novidade. Entretanto, este modelo conta com três câmeras, sendo uma frontal e as duas outras localizadas na parte de trás do aparelho.

A câmera frontal tem 13 megapixels. Vale ressaltar que esta é uma das melhores câmeras do mercado. Pois, na maioria dos celulares este recurso não chega a 10 megapixels. Já as frontais, uma apresenta 5 megapixels e a outra 13 megapixels, ou seja, a imagem feita a partir da câmera traseira vai ter a qualidade de uma imagem com 18 megapixels.

A empresa não especificou quais as diferenças entre essas empresas. Mas, acredita-se que uma focalize melhor objetos com uma distância menor e a outra focalize melhor algo que esteja mais longe. Por fim, ainda falando sobre a câmera do ZTE V9 Blade, este smartphone grava vídeos em 4k.

Armazenamento do ZTE V9 Blade

O V9 Blade foi fabricado em três versões quanto a sua memória: 16 gigabytes; 32 gigabytes e 64 gigabytes. Todos os modelos podem ter o armazenamento interno aumentado com a ajuda de um cartão de memória. A empresa também não divulgou até quanto a memória pode ser expandida com a ajuda do cartão. Já a memória RAM do aparelho pode ser de 2 gigabytes; 3 gigabytes e 4 gigabytes.

Início das vendas e valor do modelo

Ainda não há uma data definida para que o ZTE V9 Blade comece a ser vendido no Brasil e também não foi divulgado o valor pelo qual o celular vai ser vendido no mercado nacional. Para outras informações: http://www.ztebrasil.com.br.

Por Isabela Castro

ZTE V9 Blade


A maior feira de eletrônicos e tecnologia – CES 2013 – irá acontecer em janeiro de 2013 nos Estados Unidos e a ZTE antecipou uma de suas novidades: o ZTE Grand Era LTE.

O anúncio foi feito na cidade de Hong Kong e é o primeiro aparelho da empresa que possibilita o uso combinado das tecnologias FD (Divisão de Freqüência) e TD (Divisão de Tempo) na rede LTE para conexão 4G em smartphones.

Além disso, o ZTE Grand Era LTE possui uma tela diagonal de 4,5 polegadas, processador dual-core de 1,5 GHz, presença de Gorilla Glass que evita arranhões no aparelho, sistema operacional Android 4.0 Ice Cream Sandwich e câmera com resolução de 8 megapixels.

Maiores detalhes sobre o aparelho bem como seus preços e data de lançamento devem ser informados durante a feira CES 2013.

Por Ana Camila Neves Morais


Um dos grandes critérios de qualidade de celulares e smartphones na atualidade são os seus processadores que oferece cada vez mais condições para o uso de diversas funções e um melhor desempenho dos aparelhos.

Pensando nisso, a ZTE planeja lançar em 2013 o smarphone Apache com um processador MediaTek 6599 octa-core.

Segundo o site China Times, este processador contará com oito núcleos que equivalem ao dobro presente no top de linha Samsung Galaxy S III.

Este super processador, que será o primeiro com oito núcleos no mundo, foi feito por meio da arquitetura ARM15.

Além do seu potente processador, o Apache terá suporte às redes 4G, câmera com 13 megapixels de resolução e uma tela com tecnologia Full HD.

A apresentação oficial deste smartphone deve ser feita em janeiro de 2013 durante a Feira CES que vai acontecer em Las Vegas, mas ainda não existem datas oficiais para o seu lançamento e início de vendas.

Por Ana Camila Neves Morais


A ZTE informou que pretende lançar novos smartphones com Windows 7 Mango ainda este ano.

De acordo com a empresa, os aparelhos devem chegar ao mercado Europeu ainda no terceiro trimestre de 2011.

De acordo com a ZTE, o objetivo da empresa é atingir a marca de 80 milhões de celulares vendidos apenas este ano. Valor bem superior aos 60 milhões alcançados no ano passado (60 milhões).

Vale lembrar que no final do ano passado a empresa se tornou a quarta maior fabricante de celulares do mundo. A empresa só perde para Samsung, Nokia e LG.





CONTINUE NAVEGANDO: